Em jogo equilibrado, Oeste e Brasil de Pelotas ficam no empate em Barueri

Paulistas foram melhor no primeiro tempo, mas não conseguiram evitar empate dos gaúchos

Em jogo equilibrado, Oeste e Brasil de Pelotas ficam no empate em Barueri
Ramon foi vigiado de perto pela zaga do Oeste. (Foto: Jonathan Silva/GE Brasil)
Oeste
1 1
Brasil de Pelotas
Oeste: Felipe Alves, Felipe Rodrigues (Francis), Bruno Silva, Betinho, Renan Mota (Wellington), Danielzinho, Marquinhos, Mazinho; Mateus Vargas, Marcos Vinícius (Crysan); Léo Artur Técnico Fernando Diniz
Brasil de Pelotas: Eduardo Martini, Weldinho, Cirilo, Leandro Camilo, Marlon, Leandro Leite, Washington, Nem, Clébson (Elias), Felipe Garcia e Ramon (Nathan) Técnico Rogério Zimmermann
Placar: 1-0, 23' 1T, Marcus Vinícius 1-1, 24' 1T, Ramon
ÁRBITRO: João Batista de Arruda, auxiliado por Eduardo de Souza Couto e Thiago Rosa de Oliveira, todos do Rio de Janeiro Cartões Amarelos: Leandro Leite e Washington
INCIDENCIAS: Partida válida pela 17° rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Na noite desta terça-feira (19), o Oeste recebeu o Brasil de Pelotas em Barueri, com o intuito de distanciar-se ainda mais da zona de rebaixamento. Com gols de Marcus Vinícius Ramon, as equipes ficaram no empate, sendo este o sexto de ambos os times no campeonato. 

Somando um ponto a mais, o Xavante agora sobe para a sétima colocação na tabela, com 24 pontos. Já o Rubro-Negro paulista é o 13°, com 21 pontos ganhos. Na próxima rodada, os pelotenses vão ao Alagoas para enfrentar o vice-líder CRB, enquanto o time de Itápolis irá até a Arena Joinville para encarar o 18° da tabela.

Oeste domina e marca, mas Brasil empata em questão de segundos

Logo nos primeiros quatro minutos da partida, o Rubrão foi para cima, em chegadas de Léo Mota, que chutou raspando a trave e Léo Artur, que bateu duas vezes para fora. A estrela de Eduardo Martini começou a brilhar em mais chegadas dos donos da casa, onde pegou finalizações de Léo Artur Marcus Vinícius, no rebote.

Aos 23', os paulistas finalmente concretizaram o domínio, quando Betinho fez linda jogada pela esquerda e cruzou na medida para Marcus Vinícius finalizar livre na pequena área. Mesmo assim, o Brasil não desanimou, e em questão de segundos, Felipe Garcia tabelou e lançou Ramon. O centroavante tocou na saída do goleiro Felipe Alves, empatando o placar.

Mesmo com 70% da posse de bola, o time de Fernando Diniz não conseguia finalizar as jogadas, e quase viu os visitantes virarem o placar em chute de Clébson, para fora. Os pelotenses foram para o intervalo felizes, visto que o gol foi um lance esporádico.

Brasil volta melhor e quase vira a partida

Na segunda etapa, os comandados de Rogério Zimmermann foram melhores, voltando para o gramado com mais atitude. Quando o cronômetro de João Batista de Arruda marcava sete minutos, Ramon recebeu na esquerda, cortou a marcação e finalizou no corpo do goleiro do Oeste.

Trocando passes, os pelotenses tentaram novamente com o centroavante aos 25', mas já havia sido marcado impedimento. O jogo seguiu apático por parte do Oeste, que não conseguia mais armar jogadas. Nathan Cachorrão entrou na partida no lugar de Ramon e, aos 40', perdeu uma chance clara na pequena área, irritando o técnico xavante.

A última oportunidade da partida foi de Marquinhos, que recebeu cruzamento na área e desviou por cima do gol de Eduardo Martini. O placar seguiu inalterado até o apito final, e o Brasil segue sem vencer fora de casa na Série B.