Cuiabá vence time misto da Chapecoense e larga com vantagem na Sul-Americana

Jogando na Arena Pantanal, Dourado mato-grossense administra a partida e sai com a vitória

Cuiabá vence time misto da Chapecoense e larga com vantagem na Sul-Americana
(Foto: Divulgação/Conmebol)
Cuiabá
1 0
Chapecoense
Cuiabá: Henal; Dedé; Douglas Mendes, Diogo Borges; Maninho; Carlão, Léo Salino; Darkson (Alex Willian, min. 67); Paulinho Moccelin (Uéderson,min. 63), Juba (Robston, min. 87), Tiago Amaral.
Chapecoense : Follamnn; Camarelo; Rafael Lima, Demerson; Sérgio Manoel; Matheus Biteco (Gil, min. 59); Rafael Bastos (Josimar, min. 77), Nenén, Arthur Maia (Tiaguinho, intervalo); Bruno Rangel, Lucas Gomes.
Placar: 0-1, min. 19, Darkson.
ÁRBITRO: Jorge Baliño. Cartões amarelos: Matheus Biteco (min. 19), Paulinho Moccelin (min. 43), Lucas Gomes (min. 46), Dedé (min. 61),
INCIDENCIAS: Partida de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana 2016.

Na noite desta quinta-feira (25), o Cuiabá recebeu a Chapecoense na Arena Pantanal em jogo válido pela segunda fase da Copa Sul-Americana. Valorizando a situação que se encontra na tabela do Campeonato Brasileiro, a Chape escalou um time reserva para a partida de ida. Apesar de pressionar durante a maior parte do jogo, o time catarinense viu os donos da casa abrirem o placar aos 19 minutos do primeiro tempo, com gol de falta de Darkson, e vencerem por 1 a 0.

O Cuiabá segue sem perder para um time da Série A na Arena Pantanal. O jogo de volta acontece na quarta-feira (31), às 21h45, na Arena Condá. 

Gol histórico

No primeiro tempo, o Cuiabá começou esperto na partida. Contando com o apoio dos poucos torcedores que compareceram, pressionava o adversário, que por sua vez, jogava na área defensiva, buscando espaços para sair jogando, mas a tarefa não foi tão fácil. 

Com um minuto de jogo, o Dourado avançou pelo lado direito, atrapalhado pela zaga adversária que fez o corte. Na cobrança de escanteio a defesa afastou o perigo. A Chape respondeu em seguida, na entrada da área Neném pegou um rebote e quase abriu o placar. Inteligente, o Cuiabá seguiu pressionando os visitantes, que não encontravam uma maneira de partir pra cima da equipe. O meio-campo passou a ver um jogo truncado. 

Aos 19 minutos, Darkson colocaria o Dourado na história. Em cobrança de falta, o meia fuzilou as redes de Follmann, marcando o primeiro gol do clube em uma competição internacional. O jogo seguiu la e cá, mas atrás no placar, a Chapecoense tomava as iniciativas. O árbitro acrescentou mais um minuto à partida, e encerrou o primeiro tempo na Arena Pantanal. 

Vitória dourada 

Na volta para a segunda etapa, apenas a Chapecoense fez alterações em sua equipe; Arthur Maia saiu para dar lugar à Tiaguinho. E perdendo fora de casa, a equipe catarinense percebeu que precisava mudar de postura se quisesse mudar a situação. Já o Cuiabá, atento às falhas do adversário, buscava contra-ataques na posse de bola da Chape. 

Apesar das investidas dos catarinenses, a maior parte da segunda etapa não trouxe lances significativos. Equilibradas, as equipes não conseguiam boas chances de gol. Com o andamento da partida, os técnicos passaram a mexer nos times. Ainda nos minutos finais, a Chapecoense ainda investia na busca pelo gol, e com mais quatro minutos de acréscimo, viu a vitória adversária ser sacramentada.