Com maior média de público do Brasil, Iranduba fica no empate com Manaus pela final do Amazonense Feminino

As equipes ficaram no 1 a 1 na primeira partida da final do Estadual; segundo jogo será dia 10 de setembro

Com maior média de público do Brasil, Iranduba fica no empate com Manaus pela final do Amazonense Feminino
(Foto: Emanuel Mendes Siqueira)
Iranduba
1 1
Manaus FC
Iranduba: Rubi, Monalisa, Karen, Vitória e Bruna; Djeni, Larissa, Sâmya Priscila e Mari; Elisa e Nathane
Manaus FC: Nira; Dayane, Vanessa, Craque e Cléo; Rose, Nilda, Mahele e Deise; Lu e Paulinha
Placar: Elisa Lopes (Iranduba); Deise (Manaus)
ÁRBITRO: Walter Francisco N. dos Santos
INCIDENCIAS: Jogo válido pela primeira partida da final do Campeonato Amazonense de Futebol Feminino, realizado no Estádio Jornalista Carlos Zamith, em Manaus (AM)

Neste sábado, aconteceu o duelo mais esperado do ano, em que o favorito Iranduba enfrentou o Manaus FC, que está em ascensão no futebol feminino, no primeiro jogo da final do Campeonato Amazonense de Futebol Feminino. No gramado do Estádio Jornalista Carlos Zamith, na Zona Leste de Manaus, as equipes empataram em 1 a 1 e o Vedão ainda perdeu um pênalti.

O Iranduba reformulou totalmente seu elenco e apenas duas jogadoras da geração de 2015, a goleira Wilce e a lateral Juju, permaneceram para essa temporada. A equipe é hexacampeã do Barezão, como o Campeonato Amazonense é chamado, e busca mais um título, esse sob comando de José Said.

Vindo de uma sofrida vitória contra o São Raimundo na Copa do Brasil, o Iranduba não teve a presença da meia-atacante Mayara, lesionada, e a volante Sâmya Priscila, a "Águia", entrou em seu lugar.

Já o Manaus FC, estreante no campeonato, acabou pegando quase todas as ex-jogadoras do rival, conseguindo ótimos resultados no Estadual e se tornando potência no futebol feminino amazonense. O heptacampeão amazonense Olavo Dantas, que treinava o Iranduba até o início deste ano e teve saída conturbada, tem feito um bom trabalho até aqui.

Agora os times se preparam para o jogo de volta no dia 10 de setembro, sábado, que ainda não tem horário ou local definidos pela Federação. Em caso de novo empate, o Iranduba leva mais um título do Campeonato Amazonense de Futebol Feminino graças a vantagem pela campanha.

O jogo

Durante a fase de classificação, Iranduba e Manaus se enfrentaram e fizeram um forte duelo, disputado durante os 90 minutos. Assim como nesse jogo, as equipes repetiram a intensidade e fizeram uma partida bem dura e difícil. O Verdão comeou melhor e foi para cima, quase abrindo o placar aos 4 minutos com Nathane. Mari também teve chance de marcar para o Hulk, mas acabou caindo e, pouco depois, mandando para fora. Elisa foi outra que mandou chute forte, este na trave de Nira.

Aos 36 minutos, Vanessa Taube foi desastrada e cometeu pênalti em Nathane. A capitã e principal jogadora do Iranduba, Djeni, foi para a cobrança e mandou direto para fora.

No segundo tempo, o Iranduba seguiu com a postura agressiva e foi com tudo para o ataque. Primeiro, Djeni arriscou de longe e viu Nira defender; pouco depois ela recebeu novamente e mandou de cabeça por cima do gol. Aos 16 minutos, finalmente o Hulk conseguiu abrir o placar. Elisa Lopes subiu pela direita e chutou cruzado, a bola desviou em Vanessa Taube, a mesma que cometeu o pênalti, e enganou a goleira.

Sem desistir e aproveitando que o Iranduba já estava apenas administrando o resultado, o Manaus foi para cima e tentou muito empatar até o fim. Em uma cobrança de falta, Deise Santos bateu falta pela direita com a perna esquerda e fez um golaço, igualando o placar em 1 a 1.