Iranduba goleia Manaus e conquista hexacampeonato do amazonense feminino

Com dois gols de Nathane, um de Mari e um de Elisa, o Hulk venceu por 4 a 0 e levou mais um título do Campeonato Amazonense

Iranduba goleia Manaus e conquista hexacampeonato do amazonense feminino
(Foto: Gabriel Mansur)

Foram cinco anos de domínio no Campeonato Amazonense de Futebol Feminino e desta vez não foi diferente. No jogo de volta da decisão amazonense, deu o esperado, o Iranduba goleou o Manaus FC por 4 a 0 na tarde deste sábado (10) e garantiu o hexacampeonato estadual. No Estádio Ismael Benigno (Colina), Zona Oeste de Manaus, o confronto teve gols de Nathane, duas vezes, Mari e Elisa.

O Manaus até conseguiu surpreender ao empatar com o Iranduba no jogo de ida por 1 a 1, porém, a força do Hulk prevaleceu e as meninas conquistaram mais um título do Campeonato Amazonense. Em duelo de invictos, o Verdão não deu chances às adversárias, que apenas assistiram o domínio.

Com o título, o Iranduba garante vaga, além do Campeonato Brasileiro Feminino de 2017 pela posição no ranking da CBF, na Copa do Brasil do próximo ano.

Durante a primeira etapa, só deu Iranduba. Com mais posse de bola, controle do jogo e domínio, as meninas do Hulk construíram diversas oportunidades, mas faltava acertar a finalização. Desta forma, Nathane, destaque da equipe, aos 30 minutos, marcou o primeiro quando Monalisa fez ótima jogada e a deixou sozinha de cara para a goleira.  

A etapa complementar teve o Iranduba focado, controlando o jogo e sem ceder espaços. Logo aos 2 minutos, Nathane recebeu passe de Elisa e mandou para o fundo da rede mais uma vez, ampliando para 2 a 0. O Manaus ainda tentou uma reação e foi para cima com seu trio ofensivo, mas não adiantou. Com contra-ataque mortal, Laura encontrou Djeni sozinha e a capitã mandou um chutaço na trave, concluído para o gol por Mari no rebote. Pouco depois, Gisele achou Elisa na área e a camisa 7 fechou o caixão, terminando com o 4 a 0 no placar.

Após o confronto e o título, a principal jogadora do confronto, Nathane, comentou sobre a felicidade de dar ao Iranduba mais um título estadual, principalmente porque conseguiu marcar depois de longo tempo sem acertos. "O Lauro (Tentardini, diretor de futebol) e o meninas, o Sérgio (Duarte, treinador) e o Galvão (Paulo, preparador de goleiros) foram bem fundamentais para mim. Ninguém parou de me apoiar, nem mesmo a torcida. Isso é muito gratificante. Por isso consegui me concentrar e marcar os gols. Estava chateada pois não estava conseguindo marcar os gols. Acredito que o problema era  mais o meu psicológico mesmo", afirmou.