No reencontro com Fred, Flu recebe Atlético-MG visando manter invencibilidade em casa

Fluminense e Atlético Mineiro se enfrentam nesta segunda-feira, em Edson Passos

No reencontro com Fred, Flu recebe Atlético-MG visando manter invencibilidade em casa
Foto: Globoesporte.com
Fluminense
Atlético-MG
Fluminense: Júlio César, Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Douglas, Edson, Cícero e Scarpa; Wellington e Henrique Dourado (Samuel)
Atlético-MG: Victor; Carlos César, Leonardo Silva, Edcarlos e Fábio Santos; Rafael Carioca, Lucas Cândido, Maicosuel, Robinho, Lucas Pratto e Fred.
ÁRBITRO: Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO) assistido por Adailton Fernando Menezes (GO) e Edson Antonio de Sousa (GO)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro a ser realizada no Estádio Giulite Coutinho, Edson Passos, na Baixada Fluminense

Na noite desta segunda-feira (12), às 20h (horário de Brasília), o Fluminense recebe o Atlético-MG, em Edson Passos, em Mesquita, no Rio de Janeiro, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Invicto na "nova casa", o Tricolor Carioca busca a vitória para manter-se próximo ao G4. O Galo, por sua vez, vai ao Rio de Janeiro visando os três pontos para não se distanciar dos líderes da competição.

Com estes ingredientes, a partida, por si só, cria expectativas de um bom jogo. No entanto, o que vem dado um toque especial ao duelo é o reencontro da torcida triclor com Fred. O atacante, que, pra alguns, de maneira conturbada, deixou o Flu no início deste ano.

O Tricolor Carioca vem de derrota em clássico contra o Botafogo por 1 a 0 e vê em Edson Passos um álibe para pôr fim à instabilidade. O Fluminense está invicto no estádio que virou a casa tricolor neste ano, sem Maracanã e Engenhão, cedidos à Rio 2016. Foram cinco partidas no estádio. Pelo Campeonato Carioca, o Flu derrotou o Bangu por 1 a 0. No Brasileirão, o Tricolor  venceu Cruzeiro, Ponte Preta e Figueirense. Na Copa do Brasil, o time empatou com o Corinthians, por 1 a 1. O Fluminense ocupa a oitava posição, com 34 pontos. 

O Atlético-MG, por sua vez, vem de triunfo contrao Vitória. Com 42 pontos e na terceira colocação, o Galo tenta se aproximar dos líderes Palmeiras e Flamengo. Pelo Campeonato Brasileiro Atlético-MG e Fluminense se enfrentaram na quinta rodada da competição, no Independência, e empataram por 1 a 1. Naquela ocasião, Fred ainda defendia o Fluminense. 

Levir treina cobranças ensaiadas e não confirma time titular

Na véspera da partida que marca o reencontro da torcida tricolor com Fred, Levir Culpi comandou um treino leve nas Laraanjeiras. Após o tradicional rachão, o treinador comandou um treinamento de cobranças de falta ensaiadas, com Gustavo Scarpa, Cícero, Douglas e Henrique, onde, em sua maioria, Cícero e Douglas se posicionavam perto da bola e davam leves toques para Scarpa bater para o gol. O meia acertou alguns bons chutes. 

Com Pierre suspenso, a tendência é que o volante Douglas seja titular diante do Atlético-MG. Além de Pierre, o Fluminense ainda não poderá contar com o goleiro Diego Cavalieri, que sofreu lesão de grau 2 na coxa na partida contra o Botafogo. 

No período em que trabalhou com Fred, Levir Culpi teve problemas com o jogador. Ambos garantem que tudo foi resolvido. Em entrevista, o treinadoor tricolor foi questionado sobre qual seria sua reação caso estivesse na arquibancada junto à torcida do Fluminense. Levir disse que não saberia como iria reagir, mas destacou que a história do atacante precisa ser respeitada.

"Não posso me colocar no lugar do torcedor. Se o torcedor estivesse no lugar do Fred, poderia tomar a decisão do que fazer. Foi uma decisão profissional dele (de sair). Nós vamos torcer para ele errar tudo, não vamos torcer para jogar bem. Por isso o futebol é bom. Ele é um cara do bem, pronto, é por aí. Agora, dentro de campo, vamos torcer para escorregar, errar tudo que é chute (risos)", declarou, em tom de brincadeira. 

Dentro de campo, Fred tende a ser problema para Levir Culpi. A missão do treinador é montar um sistema defensivo que precisará parar o atacante, autor de nove gols neste Brasileiro.

"Para mim não vai ter muito problema, não vou ter contato, para o pessoal da zaga realmente vai ser difícil. Usa muito bem o corpo e é um ótimo finalizador. É uma tarefa para a nossa dupla de zaga. Temos de ser inteligentes e jogar bem para neutralizá-lo", finalizou Levir Culpi

Dátolo pede para não viajar e Marcelo Oliveira esboça time titular

O Atlético-MG recebeu boas notícias na Cidade do Galo. O volante Júnior Urso, foi liberado pelo departamento médico, treinou com o grupo ao lado do lateral Marcos Rocha e do meia Juan Cazares, que deram sequência à recuperação. O goleiro Victor, que desfalcou o Atlético-MG nos dois últimos jogos, também retorna ao time alvinegro.

O técnico Marcelo Oliveira comandou treino técnico, seguido de treino tático com o grupo dividido em setores. Depois, o treinador comandou coletivo em campo reduzido. No treino, Marcelo Oliveira definiu o companheiro de zaga de Leonardo Silva, que retorna ao alvinegro depois de cumprir suspensão. O zagueiro e experiente Edcarlos levou a melhor, na disputa pela vaga da posição com o jovem Gabriel. 

Já Dátolo é desfalque. O meia que foi relacionado para o jogo contra o Vitória, não seguiu com a delegação rumo ao Rio de Janeiro. Segundo a assessoria do Galo, a decisão foi do próprio jogador, que predente aprimorar a preparação física. A assessoria também negou que a decisão tenha qualquer relação com a especulação do jogador no São Paulo. Na semana passada, o argentino foi cogitado como possível reforço do São Paulo, mas acabou sendo descartado pela diretoria do clube paulista.