São José e Audax/Corinthians decidem título da Copa do Brasil Feminina

O jogo de ida acontece na cidade de São José dos Campos

São José e Audax/Corinthians decidem título da Copa do Brasil Feminina
(Foto: Divulgação/Corinthians)
São José
Audax/Corinthians
(Foto: Divulgação/Corinthians)

Lutar, se entregar, persistir e sonhar. Todas essas palavras certamente estão no vocabulário de São José e Audax/Corinthians, que começaram a se preparar para a Copa do Brasil de Futebol Feminino bem antes do dia 24/08, início da competição. Todo esse esforço foi recompensado, já que ambas as equipes vão decidir em duas partidas o título do Copa do Brasil de 2016.

Na busca do Tricampeonato

Sendo o campeão nas edições de 2012 e 2013, o São José vai para cima do Corinthians em busca do tricampeonato. Para isso, a treinadora Emily Lima reforça que fazer o resultado na partida de ida é essencial para erguer o caneco: “Tem que fazer o primeiro jogo e vamos tentar fazer um resultado positivo logo na ida para irmos com uma vantagem boa para a volta e buscar o título”.

Algo que foi muito falado sobre essa final é o fato do Corinthians ter cinco jogadoras ex-São José e poderia ter alguma vantagem. Emily Lima falou sobre isso: “Elas conhecem as atletas, mas não o São José de hoje que estou trabalhando. Eu nem me apego a isso, de quem passou por aqui, de quem sabe ou não sabe. Tenho que preparar a minha equipe para essa partida”.

Para chegar até essa final, o São José teve que passar por Paraíso-TO, Atlético-AC, JV Lideral-MA e Foz Cataratas-PR.

Conhece o outro lado

Apesar de ter cinco atletas ex-São José e terem se enfrentado quatro vezes nessa temporada, o treinador Arthur Elias não exaltou tanto o conhecimento da outra equipe: "Acredito que não tenha muita vantagem. As informações são bem mais claras hoje em dia. A chegada da Emily deu uma outra cara ao time. Elas vão estudar muito o nosso time e também vamos estudar elas. Então é se preparar bem, vai ser uma final bem jogada”.

É inegável que todo mundo está babando por esse título e, logicamente, não é diferente para o Audax/Corinthians, que se sente preparado para erguer o caneco. “Sinto que estamos preparados para conquistarmos essa competição. Se acontecer, será um prêmio merecido para este grupo que trabalha muito e também para o clube que acreditou, investiu, nos deu boas condições e almeja conquistar a vaga para o Campeonato Brasileiro e a Taça Libertadores da América”, afirmou o treinador.

Para chegar à final, o Corinthians teve que passar por Pinheirense-PA, Santos, Flamengo e Cresspom-DF.