Vila Nova marca duas vezes no fim e afunda Sampaio Corrêa na lanterna

Em confronto atrasado da 28ª rodada, Paio perdeu chance para empatar o jogo com um pênalti, foi derrotado em casa e está cada vez mais perto da Série C

Vila Nova marca duas vezes no fim e afunda Sampaio Corrêa na lanterna
Arte: Divulgação/CBF
Sampaio Corrêa
0 3
Vila Nova
Sampaio Corrêa: Rodrigo Ramos; Eder Sciola, Wagner, Luiz Otávio e Rafael Estevam; Diogo Orlando, Diego Lorenzi (Hiltinho, min. 61), Cleitinho (Gustavo Marmentini, min. 46) e Lucas Sotero (Rayllan, min. 60); Pimentinha e Thiago Santos.
Vila Nova: Wagner Bueno; Magno Silva, Gustavo, Reginaldo e Marcelo Cordeiro; Geovane (Reniê, min. 68), Victor Bolt, Fagner (Caíque, min. 61) e Simião, Fabinho e Joãozinho (Mateus Anderson, min, 46).
Placar: 0-1, min. 36, Marcelo Cordeiro. 0-2, min. 85, Mateus Anderson. 0-3, min. 91, Mateus Anderson.
ÁRBITRO: Flavio Rodrigues (SP) Cartões Amarelos: Sampaio Corrêa: Wágner (min. 35), Luiz Otávio (min. 43) Vila Nova: Maguinho (min. 17), Fagner (min. 59), Gustavo Geladeira (min. 77), Caíque (min. 81)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 28ª rodada da Série B Campeonato Brasileiro 2016

Nessa terça o Castelão recebeu um duelo atrasado da 28ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro entre Sampaio Corrêa e Vila Nova. Num enfrentamento entre um time que está brigando desesperadamente para não cair e outro que está no meio da tabela buscando, quem se deu melhor foi o time goiano que venceu por 3 a 0 com gols de Marcelo Cordeiro e Mateus Anderson (dois gols).

Com a vitória o Tigre chegou aos 46 pontos e chegou ao 10º lugar na tabela estando a oito pontos do G-4, já o Sampaio segue com 27 pontos na lanterna e perto do rebaixamento pra Série C.

Na próxima rodada o Bolívia encara o Paysandu no Mangueirão no sábado (29) às 17h, já o Vila Nova vai até Juiz de Fora encarar o Tupi no mesmo dia e horário.

Vila domina e sai na frente em cobrança de pênalti

O Vila começou bem e logo aos dois minutos Joãozinho se livrou do marcador da defesa e acertou chute forte na tave assustando o time da casa. Os visitantes seguiram melhores e com 16 minutos em boa articulação ofensiva a bola chegou em Joãozinho, que finalizou para boa defesa de Rodrigo Ramos.

Os goianos seguiram melhores até mesmo na segunda parte do primeiro tempo e aos 31 minutos em boa troca de passes, Geovane recebeu de Bolt e finalizou de fora da área, por cima da meta, mas perto da trave. A primeira ocasião de perigo do time da casa foi aos 33 minutos, Rafael Estevam cruzou a bola na área e Thiago Santos cabeceou por cima do gol.

Aos 36 minutos, o placar foi aberto. Marcelo Cordeiro converteu pênalti sofrido por Joãozinho e cobrou no canto direito para fazer 1 a 0 em prol do Vila. Nos minutos finais, os dois times pareciam conformados com o placar e o mesmo não se alterou ficando em 1 a 0.

Sampaio desperdiça penalidade e se aproxima da Série C

O segundo tempo começou com os times correndo, muito em especial o Sampaio Corrêa, que buscou criar algumas oportunidades porém teve problemas no quesito articulação já que o time não conseguia estabelecer uma pressão no campo de ataque.

O cotejo parecia fadado a poucas chances e apenas a um placar módico e sem tanta emoção, até que aos 37 minutos, Thiago Santos foi derrubado por Caíque na área e o árbitro marcou pênalti. Gustavo Marmetini teve a chance de empatar a partid,a porém Wagner Bueno defendeu a cobrança e evitou a igualdade. Na sequência, Reniê chutou na saída do goleiro Rodrigo Ramos porém o arqueiro fez a defesa.

Aos 39, os maranhenses voltaram a carga com Pimentinha que finalizou bem mas Wagner fez mais uma defesa. No minuto seguinte, o Tigre matou o jogo. Mateus Anderson recebeu com liberdade e tocou na saída do goleiro dobrar a vantagem visitante. No fim, ainda houve tempo para aos 46 minutos do segundo tempo, Mateus Anderson avançar pela esquerda e mais uma vez apenas tocou na saída do goleiro para fazer 3 a 0 e fechar o placar.