Audax/Corinthians vence São José e conquista título da Copa do Brasil Feminina

Timão conseguiu vencer atual campeão por 3 a 1 levou primeira taça nacional de sua história

Audax/Corinthians vence São José e conquista título da Copa do Brasil Feminina
(Foto: Gabriela Montesano/Corinthians)
Audax/Corinthians
3 1
São José

A Copa do Brasil de Futebol Feminino conheceu seu grande campeão. Jogando no estádio José Liberatti nesta quinta-feira (28) e com vitória sobre as bicampeãs do São José, o Audax/Corinthians conseguiu vencer por 3 a 1 e venceu seu primeiro título nacional da história. Além disso, as meninas também garantiram vaga na Libertadores da América Feminina de 2017. As autoras dos gols do Timão foram Pardal, Chú Santos e Gabi Nunes; Raquelzinha descontou para as Meninas da Águia.

Sob olhares atentos do técnico Vadão, comandante da Seleção Brasileira Feminina, as meninas de Audax/Corinthians e São José entraram em campo sabendo que era tudo ou nada. Após o empate por 2 a 2 no primeiro jogo, os dois times entraram em campo para vencer e levar a tão sonhada taça para casa.

Quem começou jogando melhor foi o Audax/Corinthians. Mesmo com o equilibrio do início, as donas da casa conseguiram encaixar o jogo e logo saíram na frente aos 23 minutos, quando, após escanteio, a bola sobrou na cabeça de Pardal, que subiu sozinha e mandou para o fundo da rede. O São José buscou bastante o empate ainda no primeiro tempo, mas, diferente das adversárias, não assustaram a goleira adversária.

Já na segunda etapa, o São José continuou indo para cima e tentando o empate, encontrando boas oportunidades com suas atacantes. Entretanto, a equipe deixou espaços na defesa e foi a vez do Audax/Corinthians se aproveitar. Aos 22 minutos, Chú Santos teve ótima visão de jogo e, após tentativa de Thaísa, acertou a finalização e abriu 2 a 0.

Porém, o São José não havia desistido e, aos 27 minutos, descontou quando Raquelzinha aproveitou a sobra e marcou o gol das visitantes. Entretanto, a reação durou pouco, já que, aos 37', Gabi Nunes aproveitou cruzamento de Grazi e marcou o 3 a 1 para o Audax/Corinthians.

Campanha

Esse foi o primeiro ano do Corinthians na volta ao futebol feminino. Com boa campanha no Campeonato Brasileiro no início do ano e quase chegando na final do Campeonato Paulista, o Timão, que fez parceria com o Audax durante esse ano, se sagrou campeão da Copa do Brasil pela primeira vez.

A tragetória do Audax/Corinthians foi excelente. Em dez jogos disputados, foram seis vitórias, três empates e apenas uma derrota. Artilheira do alvinegro, Chú Santos foi uma das principais atacantes do campeonato, marcando 12 gols dos 25 de seu clube.

Vale lembrar que a vaga na Libertadores de 2017, conquistada graças ao título, pertence ao Audax e, apenas se a parceria for renovada, o Corinthians terá seu nome na competição. As equipes ainda estão discutindo a renovação do contrato.

Primeira fase: Audax/Corinthians 9 x 0 Pinheirense-PA (casa)/ Pinheirense-PA 0 x 2 Audax/Corinthians (fora)

Oitavas de final: Audax/Corinthians 3 x 0 Santos (casa)/Santos 2 x 2 Audax/Corinthians (fora)

Quartas de final: Flamengo 1 x 1 Audax/Corinthians (fora)/Audax/Corinthians  1 x 0 Flamengo (casa)

Semifinais: Audax/Corinthians  2 x 0 Cresspom-DF (casa)/Cresspom-DF 1 x 2 Audax/Corinthians (fora)

Final: São José 2 x 2 Audax/Corinthians (fora)/Audax/Corinthians 2 x 1 São José (casa)