Londrina e Atlético-GO se enfrentam em estágios diferentes na briga pelo acesso

Dragão precisa de apenas uma vitória para garantir matematicamente o acesso para a elite do futebol nacional; LEC quer voltar ao G-4

Londrina e Atlético-GO se enfrentam em estágios diferentes na briga pelo acesso
LEC venceu em Goiânia no primeiro turno com dois gols de Keirrison. (Foto: Divulgação/Atlético-GO).
Londrina
Atlético-GO
Londrina: Marcelo Rangel; Lucas Ramon, Everton Sena, Matheus e Léo; Germano, Anderson, Fillipe Soutto e Zé Rafael; Jô e Itamar. Técnico: Claudio Tencati
Atlético-GO: Kléver; Matheus Ribeiro, Marllon, Ricardo Silva e Romário; Pedro Bambu, Michel, Magno Cruz, Jorginho e Gilsinho; Júnior Viçosa. Técnico: Marcelo Cabo
ÁRBITRO: Ricardo Marques Ribeiro (MG) apita a partida, e será auxiliado por Guilherme Dias Camilo (MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)
INCIDENCIAS: 35ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2016, no Estádio do Café, em Londrina (PR). A partida terá início às 21H30.

Um confronto decisivo entre Londrina e Atlético-GO ocorrerá nessa terça-feira (8), ás 21h30, no Estádio do Café, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. De um lado, o time paranaense briga para voltar ao G-4 da competição, e do outro, a equipe goiana precisa de apenas de uma simples vitória para se garantir matematicamente na Série A do ano que vem.

No primeiro turno, as duas equipes se enfrentaram no Serra Dourada e o Tubarão levou a melhor em cima do Atlético-GO vencendo a partida por 2 a 1 com dois gols do atacante Keirrison. Precisando da vitória, o Londrina quer tentar repetir o feito conquistado na primeira etapa do campeonato e atrasar os planos do Dragão para a garantia do acesso.

Apesar disso, o Atlético vai mais motivado em busca da vitória. Na última rodada, a equipe rubro-negra venceu o clássico contra o Goiás por 4 a 2 e disparou na liderança do campeonato. Já o Londrina escorregou em casa e não saiu do 0 a 0 com o Paysandu.

Claudio Tencati cobra melhor postura e quer a vitória

Os dois últimos jogos do Londrina nessa reta final de Série B não foram os melhores na visão do torcedor e também do treinador Claudio Tencati. A equipe apenas empatou com Criciúma e Paysandu e viu as chances matemáticas de acesso diminuirem. 

Com o "sinal de alerta" ligado, Claudio Tencati cobrou uma melhor postura de seus jogadores nessa reta final e tenta passar confiança para o confronto em casa contra o líder do campeonato: "Estamos sempre cutucando um ou outro para ter inspiração nessa reta final, um "boom". A gente vê isso no Rondinelly, que tem qualidade para isso. É um jogador que tem virtude, ele é um dos que temos cutucado. O Zé Rafael também, é um grande jogador e nesses últimos jogos apareceu (chance) para ele ser decisivo e não foi. Mas a gente sabe da sua capacidade, assim como o Jô, que fez uma brilhante Série B conosco e nessa reta final tem que aparecer. Eles tiveram oportunidades bem claras nos últimos jogos, mas vamos dar moral e passar confiança", disse o treinador.

Pelo lado defensivo, o Londrina não tem decepcionado, já que a equipe tem a melhor defesa do campeonato, porém, do ataque, não se pode dizer a mesma coisa. Foram apenas 34 gols marcados durante toda a competição, fazendo com que o time tenha o sexto pior ataque ao lado do Brasil de Pelotas, que tem a mesma quantidade de gols. Atrás de ambos, estão apenas os cinco últimos colocados: Tupi (30), Oeste (29), Bragantino (26), Sampaio Corrêa (26) e Joinville (21).

Em entrevista coletiva, Tencati também falou sobre o ataque e cobrou os jogadores para que façam mais gols: "O que está faltando é esse aumento da produção desse pessoal do lado, o Jô, o Zé Rafael, o Felipe, a chegada do Anderson... esse pessoal tem que apertar, definir mais, ter um melhor aproveitamento dos chutes.", afirmou.

A equipe paranaense não deve ter muitas mudanças para o confronto contra o Atlético-GO. A única confirmação é a saída do atacante Keirrison, que vive uma fase sem marcar gols e sendo assim, Tencati optou por escalar Itamar.

O Londrina ocupa a 6ª colocação no campeonato com 54 pontos conquistados, tendo a mesma pontuação do Náutico, que é o 5ª colocado e dois à menos que o Bahia, que ocupa a 4ª posição e é o primeiro time que abre o G-4 da Série B. 

Poucos desfalques e muita confiança para Marcelo Cabo

Um grande momento vive o líder Atlético-GO nessa Série B. Perto de garantir o acesso nessa terça-feira (8), Marcelo Cabo não deve ter muitos problemas com a escalação para o jogo no Estádio do Café. 

Ainda sem o zagueiro Lino, que segue se recuperando de uma lesão muscular, Ricardo Silva segue como titular formando dupla com Marllon. O atacante Alison é outro que estará de fora da partida, suspenso com o terceiro cartão amarelo. 

Apesar disso, todos os titulares da última partida estarão disponíveis para o treinador Marcelo Cabo, principalmente o meia Luiz Fernando, que foi o destaque na vitória em cima do Goiás onde marcou duas vezes.

Uma simples vitória atleticana já irá selar a classificação para a Série A do Campeonato Brasileiro. Isso também pode acontecer em caso de empate entre as duas equipes, mas o Náutico teria que ser derrotado pelo Goiás, em Recife. A equipe rubro-negra é líder da competição com 64 pontos, seis a mais que o vice-líder, Vasco da Gama.