Precisando de uma vitória para garantir título, Atlético-GO recebe desesperado Tupi

Em caso de vitória no estádio Olímpico, Dragão conquistará o título da Série B pela primeira vez em sua história; Galo Carijo precisa vencer para não ser rebaixado

Precisando de uma vitória para garantir título, Atlético-GO recebe desesperado Tupi
No primeiro turno, o Tupi derrotou o Atlético-GO jogando em casa. (Foto: Divulgação/Tupi FC)
Atlético-GO
Tupi
Atlético-GO: Kléver; Matheus Ribeiro, Marllon, Ricardo Silva e Romário; Bruno Barra, Michel, Magno Cruz, Jorginho e Gilsinho; Alison. Técnico: Marcelo Cabo
Tupi: Rafael Santos; Henrique, Gabriel Santos, Bruno Costa e Luiz Paulo; Recife, Renan, Sávio, Hiroshi e Jonathan; Giancarlo. Técnico: Júlio Cirico
ÁRBITRO: Luiz César de Oliveira Magalhães (CE) apita a partida, auxiliado por Marcione Mardônio da Silva Ribeiro (CE) e Armando Lopes de Sousa (CE).
INCIDENCIAS: 36ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2016. A partida será realizada no estádio Olímpico, em Goiânia (GO) e terá início ás 19h30

A equipe do Atlético-GO e sua torcida comemoraram muito a conquista do acesso na última rodada e em caso de vitória contra o Tupi nesse sábado (12), ás 19h30, no Estádio Olímpico, em Goiânia (GO), a equipe rubro-negra poderá comemorar também o título inédito da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com 67 pontos e na liderança da competição, o Atlético tem oito pontos a mais que o vice-líder Bahia, e faltando três jogos, uma vitória apenas bastaria para que o time goiano fique inalcançável na tabela de classificação. O clima é de uma expectativa muito grande para o jogo no Olímpico, que mais uma vez, estará lotado de torcedores atleticanos.

No Tupi, a situação é bem diferente, mas que não tira a importância da partida para os mineiros. Em caso de derrota para o Atlético, o Tupi estará matematicamente rebaixado para a Série C, juntando-se ao Sampaio Corrêa, rebaixado na rodada passada. 

Dragão motivado, mas com baixas importantes

Marcelo Cabo está confiante de que seu time possa conquistar o título da Série B já nessa rodada, mas a preocupação com os desfalques importantes para o jogo desse sábado, também é grande. Suspensos com três cartões amarelos, o volante Pedro Bambu e o atacante Júnior Viçosa não enfrentarão o Tupi no estádio Olímpico.

No decorrer do campeonato, Bambu tem sido uma peça fundamental para o Atlético-GO no meio de campo, e Viçosa, artilheiro do time e autor de dois gols na rodada passada contra o Londrina em que o time garantiu o acesso, também fará falta. Apesar disso, o treinador tem alguns bons nomes para substituí-los.

Para a vaga de Júnior Viçosa, Alison deverá compor o ataque. Luiz Fernando, que vem sendo destaque nas últimas partidas do Atlético, também é uma opção. No lugar de Pedro Bambu, as opções estão entre Bruno Barra ou Silva

Modesto Tupi quer surpreender no Olímpico

Com uma temporada bem fraca e com o rebaixamento batendo na porta do Tupi, o treinador Júlio Cirico, que assumiu após o pedido de demissão de Ricardinho, terá de operar um milagre para tirar a equipe mineira da situação ruim em que se encontra. Em caso de derrota hoje, ou com uma vitória do Oeste pra cima do Brasil de Pelotas, o time mineiro é automaticamente rebaixado para a Série C.

O Tupi deve manter a mesma equipe que foi derrotada pelo CRB na última rodada. A grande dúvida está no meio de campo, pois o meia Sávio, de apenas 21 anos, vem agradando muito nos treinos e pode ser escalado como titular na partida em Goiânia. No entanto, ele briga pela posição com o meia Marcos Serrato.

Júlio Cirico comentou sobre o bom momento de Sávio em entrevista: "O Sávio foi uma grata surpresa. A gente vem trabalhando com o garoto há um ano, ele realmente entrou muito bem no último jogo. É uma situação que pode ocorrer durante o jogo ou até mesmo iniciar. Estou com dúvida ainda entre Serrato e Sávio. Gostei muito da movimentação do Sávio na primeira parte do treino, comecei com ele, e da personalidade do garoto. Serrato é um jogador que a gente conhece, sabe das características, também é canhoto. A gente estava com um pouco de dificuldade pelo lado esquerdo e acredito que com opção deles a gente ganha força pela esquerda", disse o treinador.