Fase final do e-Brasileirão será disputada na sede da CBF nesta quinta; saiba mais

Campeonato terá vinte finalistas frente a frente para disputar fase decisiva

Fase final do e-Brasileirão será disputada na sede da CBF nesta quinta; saiba mais
(Foto: Divulgação/CBF)

O e-Brasileirão finalmete chega a sua fase final. Após diversos jogos cheios de emoção entre e-atletas de todas as partes do país defendendo suas cores do coração, o primeiro campeonato de games de futebol feito pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) terá seu primeiro campeão definido nesta quinta-feira (1º).

 

Quase 9.700 participantes disputavam um lugar entre os 20 finalistas, os melhores do país, no Pro Evolution Soccer - o PES 2017. Na primeira fase, os jogos online entre torcedores do mesmo time eliminaram grande parte os competidores. Depois, presencialmente nos estádios de cada equipe, cada clube conheceu seu campeão para, enfim, buscar o título final.

Nesta quinta-feira (1º), o campeão do e-Brasileirão 2016, o primeiro oficial da história, receberá o troféu no Prêmio Brasileirão na sede da CBF, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, onde todos os jogos dessa fase final serão disputados ao longo do dia todo.

Os representantes de cada clube são:

América Mineiro – Juan Carlos Gregório Rodrigues (Vitória – ES)

Atlético Mineiro – Magno Marques Gomes (Belo Horizonte – MG)

Atlético Paranaense – Edgar Fernando Corrêa (Curitiba – PR)

Botafogo – Kelvin Farias Silva (Rio de Janeiro – RJ)

Chapecoense – Gabriel De Carli (Chapecó – SC)

Corinthians – Bruno Henrique Cordeiro de Souza (São Paulo – SP)

Coritiba – Bruno Cesar Matsumoto Santos (Mogi das Cruzes – SP)

Cruzeiro – Cláudio Henrique Silva Mesquita (Belo Horizonte – MG)

Figueirense – Thiago de Souza Abreu (Palhoça – SC)

Flamengo – Kemylson Keylon Rodrigues Menezes (Brasília – DF)

Fluminense – Jonathan Campos Mathias (Cantagalo – RJ)

Grêmio – Samuel Roveda (Porto Alegre – RS)

Internacional – Alexsander Barros (Porto Alegre – RS)

Palmeiras – Luiz Fernando Torres (Santo André – SP)

Ponte Preta – Lucas Kelvin Zambottie (Campinas – SP)

Santa Cruz – Izaquiel Pereira de Brito (Recife – PE)

Santos – Guilherme Fonseca Agostini (Bauru – SP)

São Paulo – Jean César de Araújo Silva (Jandira – SP)

Sport – Iago Kellwen Bento dos Santos (João Pessoa – PB)

Vitória – Khelvin de Lima Vasconcelos (Fortaleza – CE)