Meia do Rio Preto, Jéssica desabafa sobre arbitragem em partida contra Corinthians

Jogadora da equipe usou uma rede social para relatar ofensas que teriam supostamente sido proferidas pelo árbitro.

Meia do Rio Preto, Jéssica desabafa sobre arbitragem em partida contra Corinthians
Foto: Rafael Ribeiro/CBF

O clima esquentou no Campeonato Brasileiro Feminino Série A1 na noite desse domingo (09). Após uma partida complicada contra o Corinthians, a equipe do Rio Preto foi eliminada após ser derrotada por 1 a 0, com o placar agregado de 2 a 2 e vantagem do Timão pelo critério de gols marcados fora de casa. 

Com três atletas expulsas, duas durante a partida, a equipe do Rio Preto aparentava estar muito nervosa. A atacante Darlene chegou a cuspir no arbitro após a sua expulsão, tudo isso deixou o clima da partida ainda mais quente.  

Durante a noite após o jogo, a atleta Jéssica, meio campista do Rio Preto desabafou em uma rede social, disse que as atletas são desrespeitadas dentro de campo e que não aceitaria ouvir ofensas da arbitragem. A atleta também falou que não estava justificando as atitudes da equipe. 

"Em relação a arbitragem, tecnicamente não influenciou no resultado da partida. Porém já entrou em campo mal intencionado, provavelmente influenciado por arbitras que nos apitam há longa data. E nos adoram, diga-se de passagem." Afirmou.

Segundo Jéssica, o arbitro proferiu as seguintes palavras as atletas do Rio Preto: "suas trouxas, corram ai atrás", "C******, vocês são muito ruins", entre outras ofensas. 

Ela continuou o texto. Eu sou uma jogadora que não admito mais que árbitros me humilhem, me ameacem, ou usem do apito para me coagir. Eu não aceito mais ouvir de arbitragem que futebol feminino é uma m**** (...)" 

O árbitro, Rodrigo Gomes Paes Domingues, relatou na súmula que expulsou as três atletas do Rio Preto por terem proferido ofensas e palavras de baixo calão. 

Segundo o mesmo, a atleta Darlene teria proferido a seguinte frase "eu vou acabar com a minha carreira, mas eu dou na sua cara" após a sua equipe sofrer um gol. Foi expulsa e reagiu cuspindo no mesmo. 

Segundo ele, a atleta Edlaine disse: "Não foi falta p**** nenhuma, apita essa p**** direito c******". Na sequencia foi expulsa de campo.

Ao final da partida ele relata que a atleta Suzana invadiu o gramado e também foi expulsa após ofender verbalmente a equipe de arbitragem.  

Futebol Brasileiro