Portuguesa e Pinheirense iniciam disputa pelo título inédito da A-2 do Brasileirão Feminino

Eficientes nas semifinais, equipes duelarão no Canindé pela partida de ida da competição nacional

Portuguesa e Pinheirense iniciam disputa pelo título inédito da A-2 do Brasileirão Feminino
Foto: Hugo Alves/VAVEL Brasil
Portuguesa
Pinheirense-PA

Portuguesa e Pinheirense-PA realizam nesta quarta-feira (18), às 18h, a primeira partida da final do Campeonato Brasileiro Feminino Série A-2 no Canindé, em São Paulo. Destaques durante toda a competição, as equipes lideraram seus respectivos grupos e não sofreram derrotas durante a fase inicial do torneio nacional, que é realizado pela primeira vez na história.

Mandante no jogo de ida, a Lusa foi o melhor time da primeira fase do Brasileirão Feminino no Grupo 2. Com 90% de aproveitamento, o clube paulista acumulou incríveis seis vitórias e apenas um empate, mas nas semifinais teve sua primeira derrota, sofrida ante o Tiradentes-PI por 1 a 0. Por outro lado, as Leoas rubro-verdes venceram a maioria de seus duelos por somente um tento de diferença e tendo acumulado 12 gols pró na etapa classificatória – apenas metade de seu rival, Pinheirense. Autora de três gols, Lucélia comanda a artilharia.

As paraenses, porém, impressionaram a todos com incrível campanha durante o certame. As representantes da região Norte obtiveram cinco vitórias e dois empates durante a primeira etapa do campeonato, com 80% de aproveitamento. Ainda assim, as Generais da Vila têm o ataque mais positivo, com 24 gols assinalados. Vice-artilheira, a atacante Irley balançou as redes por nove vezes e está a um de alcançar Valéria, que é do eliminado Tiradentes-PI.

Único invicto, o Pinheirense manteve a série invicta ao bater o Caucaia- CE em duas oportunidades. No último embate, dentro de casa, goleou as cearenses por 6 a 0 e vão motivadas. O primeiro jogo da decisão do Brasileirão Feminino, inclusive, terá transmissão em tempo real com a VAVEL Brasil. A arbitragem do confronto será liderada por Regildenia de Holanda Moura, membra do quadro da Fifa, tendo Patrícia Carla de Oliveira e Renata Ruel Xavier de Brito, do escalão de São Paulo, como auxiliares.

Futebol Brasileiro