Contra Wilstermann, Atlético-MG precisa superar fase ruim em casa para 'salvar temporada'

Galo tem de vencer time boliviano por dois de diferença para chegar às quartas de final da Libertadores

Contra Wilstermann, Atlético-MG precisa superar fase ruim em casa para 'salvar temporada'
No jogo de ida, em Cochabamba, vitória dos bolivianos pelo placar mínimo (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)
Atlético-MG
Jorge Wilstermann
Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel, Fábio Santos; Adilson (Yago), Rafael Carioca, Elias; Luan, Fred (Rafael Moura), Cazares. Técnico: Rogério Micale.
Jorge Wilstermann: Arancibia; Morales, Alex Silva, Zenteno, Aponte; Machado, Suacedo; Bergese, Serginho (Cardozo), Chávez; Álvarez. Técnico: Roberto Mosquera.
ÁRBITRO: Jose Argote (VEN), auxiliado por Carlos Lopez (VEN) e Luis Murillo (VEN).
INCIDENCIAS: Partida de volta das oitavas de final da Copa Libertadores da América, a ser realizada no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte/MG.

Praticamente sem chances de títulos no Campeonato Brasileiro e eliminado da Copa do Brasil, o Atlético-MG precisa ganhar do time boliviano Jorge Wilstermann, na noite desta quarta-feira (9), por dois ou mais gols de diferença para avançar às quartas de final da Copa Libertadores da América. Mas, para que isso aconteça, o Galo tem de superar a má fase em casa. O jogo ocorre às 21h45, no Mineirão, valendo pela volta das oitavas de final da competição sul-americana.

O Atlético não vence em Belo Horizonte desde o dia 2 de julho, quando levou a melhor no clássico contra o Cruzeiro, na Arena Independência. De lá para cá, o Galo perdeu os quatro jogos que disputou em solo mineiro. Porém, caso repita o resultado da vitória sobre o maior rival – 3 a 1 –, o time atleticano carimba a classificação à próxima fase da Libertadores. Na partida de ida, em Cochabamba, o Jorge Wilstermann ganhou por 1 a 0, gol de Gilbert Álvarez.

Casa cheia: mais de 30 mil ingressos foram vendidos para o jogo contra o Jorge Wilstermann, no Mineirão

A equipe mineira chega ao duelo desta quarta-feira com duas derrotas na bagagem: uma para o Corinthians, no Mineirão, e outra para o Grêmio, em Porto Alegre, ambos pelo Brasileirão. No entanto, se o Galo apresenta uma campanha irregular na temporada, o mesmo não se pode dizer do time boliviano. O Wilstermann venceu as últimas duas partidas, contra Universitario Sucre e Guabirá, e lidera o Torneio Clausura, com seis pontos.

O vencedor de Atlético e Jorge Wilstermann enfrentará, nas quartas de final, o River Plate. Após bater o Guaraní, por 2 a 0, no Paraguai, os argentinos empataram com os paraguaios, em 1 a 1, nessa terça-feira (8), na Argentina.

Atlético-MG deve ter retorno de Fred

Fred treina e pode iniciar o jogo contra o Wilstermann (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)
Fred treina e pode iniciar o jogo contra o Wilstermann (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Com treino fechado à imprensa, o Atlético-MG encerrou nessa terça-feira, na Cidade do Galo, a preparação para o embate contra o Jorge Wilstermann. Após a atividade, o técnico Rogério Micale divulgou a lista de relacionados para o confronto. Ele convocou 18 jogadores. A grande novidade é o retorno do atacante Fred.

Artilheiro do Galo na temporada, com 23 gols, o camisa 9 está recuperado de um estiramento na panturrilha direita e fica à disposição de Micale. Embora esteja voltando de lesão, o jogador deve começar jogando, deixando Rafael Moura no banco.

A baixa fica por conta de Gustavo Blanco. O volante sofreu uma tendinite no tornozelo esquerdo durante treino na semana passada. Ele até chegou a treinar nessa quarta-feira, no CT do Atlético, mas foi vetado pelo departamento médico.

Micale optou por não relacionar os laterais reservas, Alex Silva e Leonan, para a partida. O volante Roger Bernardo e o meia Marlone também ficaram de fora.

O provável Atlético tem: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel, Fábio Santos; Adilson (Yago), Rafael Carioca, Elias; Luan, Fred (Rafael Moura), Cazares.

A situação que vamos enfrentar não foge muito à característica do nosso time, que é de propor o jogo, até pelas características individuais que temos, jogadores técnicos. Penso que precisamos ter paciência, o torcedor tem que entender isso, que vamos encontrar um adversário fechado, que vai querer esfriar o jogo, catimbar e ganhar tempo. Diante disso, precisamos ter paciência para ficar com a bola, achar o momento certo de agredir e ser preciso quando tiver a oportunidade”, disse o goleiro Victor.

Wilstermann quer melhorar retrospecto atuando no Brasil

Jogadores fazem reconhecimento do gramado do Mineirão (Foto: Divulgação/Prensa Wilstermann)
Jogadores fazem reconhecimento do gramado do Mineirão (Foto: Divulgação/Prensa Wilstermann)

O Jorge Wilstermann chegou a Belo Horizonte na noite de segunda-feira (7) e trouxe na bagagem a vantagem conquistada na Bolívia. A vitória por 1 a 0, em Cochambaba, permite que o time comandando por Roberto Mosquera jogue por um empate ou uma derrota por um gol de diferença (desde que balance as redes ao menos uma vez) no Mineirão.

Mas, para segurar o Atlético-MG e se qualificar às quartas de final da Libertadores, o Voador, como é conhecido, precisa quebrar um tabu atuando no Brasil. Eles disputaram sete jogos em solo tupiniquim: perderam todos. A última derrota ocorreu em março, para o Palmeiras (1 a 0), no Allianz Parque, pela fase de grupos da competição sul-americana.

Para pôr fim a esse dado incômodo, o Wilstermann se agarra ao bom momento no Torneio Clausura, equivalente ao segundo turno do Campeonato Boliviano. A equipe de Cochambaba é a única com 100% de aproveitamento na competição. Venceu os dois jogos que disputou. Destaque para o atacante Gilbert Álvarez, que marcou quatro gols em dois jogos (dois contra o Universitario de Sucre e dois contra o Guabirá). Foi ele, inclusive, quem marcou o tento da vitória sobre o Galo, no confronto de ida.

Assim como Rogério Micale, técnico do Atlético, Mosquera convocou 18 atletas para o jogo desta quarta-feira. Dentre os relacionados, estão os brasileiros Alex Silva (zagueiro), Carlinhos (meia) e Serginho (atacante).

Confira a lista de relacionados:

Goleiros: Raúl Olivares e Arancibia
Defensores: Aponte, Omar Morales, Jorge Ortiz, Alex Silva, Edward Zenteno, Davíd Dias, Daniel Mancilla
Meio-campistas: Christian Machado, Fernando Saucedo, Rudy Cardoso, Marcelo Bergese, Christian Chaves e Carlinhos
Atacantes: Serginho, Gilbert Alvarez e Ricardo Pedriel

Futebol Brasileiro