Ainda com chances de classificação à Libertadores, Atlético-MG encara virtual rebaixado Atlético-GO

Galo precisa vencer para manter o sonho da classificação para a Libertadores; Dragão luta por uma combinação de resultados para evitar provável queda à Série B 2018

Ainda com chances de classificação à Libertadores, Atlético-MG encara virtual rebaixado Atlético-GO
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG
Atlético-MG
Atlético-GO
Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias, Valdívia, Robinho e Cazares; Fred. Técnico: Oswaldo de Oliveira
Atlético-GO: Kléver; Jonathan, Gilvan, William Alves e Breno Lopes; Marcão Silva, Igor (Paulinho), Andrigo, Jorginho e Luiz Fernando; Diego Rosa. Técnico: João Paulo Sanches
ÁRBITRO: Rodolpho Toski Marques - PR/FIFA. Bruno Boschillia (FIFA) e Victor Hugo Imazu dos Santos, ambos do Paraná.
INCIDENCIAS: 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Partida será disputada no Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Se o Atlético-MG ainda quiser sonhar com uma vaga na Copa Libertadores da América de 2018, o jogo desta quinta-feira (9) contra o Atlético-GO tem que ser tratado como decisão. A partida acontecerá na Arena Independência, às 20 horas, valendo pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Galo não pode pensar em outra coisa que não seja a vitória. 

O Atlético vem de derrota para o Santos, no último final de semana, por 3 a 1, na Vila Belmiro, e caiu da décima para a 12ª colocação na tabela de classificação. E com as vitórias de Flamengo, Vasco da Gama e Bahia, a obrigação pela vitória diante do Atlético-GO é ainda maior.

Apesar de estar virtualmente rebaixado, o Atlético-GO é um daqueles times que não se pode desprezar no Campeonato Brasileiro 2017. Dentre alguns resultados expressivos no Dragão no Brasileirão, estão a vitória em cima do Corinthians, em São Paulo, e o empate contra o Botafogo, em Goiânia. Ambos os times estão acima do Galo na tabela de classificação. 

Oswaldo de Oliveira mantém esquema tático e define substituto de Otero

Com três dias para ajeitar o Atlético para o jogo contra o Atlético-GO, o técnico Oswaldo de Oliveira não teve muitos problemas para acertar o Galo. Em relação ao time que enfrentou o Santos, o Galo tinha apenas um desfalque. 

+ Gustavo Blanco volta a ser relacionado após três meses

O meia Otero levou o terceiro cartão amarelo diante do Santos, e está fora da partida desta quinta-feira. Valdívia, que era titular até o jogo contra o Botafogo, na 31ª rodada, retorna ao time. Luan também disputava a vaga, mas Oswaldo de Oliveira optou por quem já estava no mesmo ritmo de jogo dos demais titulares. 

Foto: Bruno Cantini/Atlético

Na última atividade, Oswaldo de Oliveira chegou a poupar o lateral-direito Marcos Rocha, e improvisar o zagueiro Bremer na posição. Apesar disso, Rocha não será problema e deve jogar. Atualmente, o camisa 2 atleticano é o único jogador da posição disponível, já que Alex Silva está no departamento médico, e Carlos César segue em fase de transição. 

Sanches barra Walter e faz outras mexidas no Atlético-GO

Com alterações, o técnico João Paulo Sanches definiu o Atlético-GO para encarar o Galo no Independência. Dentre as mexidas, está a ausência do atacante Walter. Jogador não foi relacionado para a viagem a Belo Horizonte e, provavelmente, não vestirá mais a camisa do Dragão em 2018, apesar de ter contrato com o clube até o fim da temporada. 

Foto: Paulo Marcos/Atlético-GO

O goleiro Marcos também não foi relacionado. O jogador acertou a ida dele para o Goiás e, segundo o diretor de futebol rubro-negro Adson Batista, não havia motivos para que Marcos seguisse atuando pelo Atlético-GO. Klever, que era titular, retorna a meta rubro-negra.

Outras mexidas serão no meio-campo. O volante Marcão Silva entra na vaga de André Castro, suspenso. Paulinho e Igor brigam pela última vaga no setor de marcação. Jorginho cumpriu suspensão e retorna ao time.