Em duelo de opostos na tabela, Vila Nova é mais eficiente e supera Náutico

Resultado, porém, é ruim para ambos e faz Timbu cair para lanterna, enquanto o Tigre dá adeus à disputa por uma vaga na elite

Em duelo de opostos na tabela, Vila Nova é mais eficiente e supera Náutico
Náutico
1 2
Vila Nova

Com público abaixo de 300 torcedores no Arruda, o Náutico recebeu o Vila Nova visando encerrar a Série B do Campeonato Brasileiro 2017 como mandante de maneira digna. Nem mesmo a tímida presença dos mais fanáticos foi suficiente, pois os visitantes festejaram neste sábado (18) ao derrotar por 2 a 1, com gols de Jenison e Alan MineiroBruno Mota descontou, em jogo válido pela 37ª rodada.

O resultado positivo até podia deixar o Tigre vivo por vaga na elite, no entanto a vitória do Paraná sobre o CRB frustrou seus planos, ficando assim na 6ª colocação somando 58 pontos. O Timbu, por sua vez, caiu à lanterna da competição devido ao triunfo do CRB sobre o Brasil por 2 a 0, estacionando nos 32 pontos ganhos.

As equipes voltam a campo, na 38ª e última rodada da Segundona, no próximo sábado (25) às 17h30 (de Brasília). Os goianos vão duelar com o Londrina no Serra Dourada, em Goiânia, já os pernambucanos vão a Lucas do Rio Verde para enfrentar o também já rebaixado Luverdense, fechando participação no certame nacional.

Em jogo que interessava apenas ao Vila Nova, o Náutico tentou fazer o primeiro tempo de igual para igual, porém ambos não capricharam na pontaria e o placar foi zerado para o segundo. Logo no início, contudo, o Vila saiu à frente quando Jenison recebeu cruzamento de Maguinho, ajeitou e mandou uma bomba, sem dar chances ao goleiro Busatto de fazer a defesa.

Mesmo com tanto equilíbrio dentro de campo, com os dois lados indo ao ataque, quem balançou as redes foi o Timbu aproveitando bem um descuido da marcação visitante. Cal Rodrigues cruzou na área e Bruno Mota apareceu bem entre os adversários, cabeceando firme para o gol goiano.

Nos minutos finais, quando tudo já se encaminhava para o empate, os alvirrubros de Goiás tiveram um pênalti a favor após Aislan derrubar o meia Maguinho na pequena área. Alan Mineiro cobrou tranquilo, tirou de Busatto - que vinha com boas intervenções - e deu números finais à partida.