Presidente do Fluminense e filho de Eurico Miranda serão levados a depor pela Polícia

Dirigente do Botafogo, Anderson Simões, também prestará esclarecimento. Três membros de torcidas organizadas foram presos em operação policial

Presidente do Fluminense e filho de Eurico Miranda serão levados a depor pela Polícia
Presidente do Fluminense e filho de Eurico Miranda serão levados a depor pela (Polícia Divulgação/PMERJ)

Após a prisão de membros de torcidas organizadas de times do Rio, o presidente do Fluminense, Pedro Abad, e o vice-presidente de futebol do Vasco, Eurico Miranda, são esperados na Cidade da Polícia, Zona Norte da cidade, para prestar esclarecimentos. Os mandatários são investigados de fazer ligação entre os clubes e a prática de cambismo.

Outro investigado foi o vice-presidente de estádios do Botafogo, Anderson Simões, que teve sua casa sendo fiscalizada pela polícia devido a um mandado de busca e apreensão. O dirigente foi levado para a delegacia e foram apreendidos dois facões em sua residência. 

A Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), o Ministério Público e o Juizado Especial do Torcedor, prenderam três líderes de torcidas organizadas na manhã desta sexta-feira (1). O próximo passo é entrar com mandado de busca e apreensão na sede dos clubes.

Por volta das 6h, foram presos o presidente da torcida organizada Young Flu, vice-presidente da torcida organizada Young Flu e o presidente da torcida organizada Força Flu. Há um quarto membro foragido. Todos irão responder por associação criminosa e prática de cambismo.