Matheus Cavichioli projeta o ano de 2018 no Juventude: 'Vamos treinar bastante'

Após a 4ª edição do Lance de Craque, o goleiro falou sobre propostas e renovação com o Ju

Matheus Cavichioli projeta o ano de 2018 no Juventude: 'Vamos treinar bastante'
Jogador no momento da assinatura ao lado do vice-presidente de futebol, Jones Biglia (Foto: Divulgação / Juventude)

O ano de 2017 foi de constante evolução para Matheus Cavichioli. Após conquistar o título Campeonato Gaúcho com o Novo Hamburgo, sendo escolhido o melhor goleiro da competição, o arqueiro de 31 anos transferiu-se para o Juventude. Antes do desfecho da negociação com o clube da Serra foi especulado para reforçar o Grêmio, devido ao seu bom desempenho no estadual.

Matheus esteve presente na  quarta edição do Lance de Craque, evento realizado pelo capitão do Internacional, D’Alessandro. Após a partida, Matheus projetou a temporada de 2018. O goleiro afirmou que para o bom desempenho ao longo do ano, é preciso uma boa pré-temporada:

“Primeiramente vamos treinar bastante, trabalhar firme, focado, que eu tenho certeza que começando bem na pré-temporada o resultado do Gauchão vai aparecer”, declara.

O goleiro que recentemente teve seu vínculo com o Juventude renovado até o fim de 2018, falou à respeito de propostas vindas de outros clubes. Cavichioli diz ter sido procurado por outras equipes antes da renovação, mas que preferiu dar sequência ao seu trabalho na equipe alviverde:

“Tive várias propostas antes da renovação com o Juventude. Mas a gente achou melhor a projeção em termos de carreira, de permanecer onde já estou ambientado, um lugar onde eu gosto muito de trabalhar, onde eu tenho total condição de trabalho, seja ela física ou de estrutura (campo, materiais e etc.). Além de profissionais que estão à frente do clube, dão o total respaldo pra que a gente possa trabalhar bem. Então, por esses motivos, eu decidi ficar”, explicou o goleiro.

Perguntado sobre o Lance de Craque, Matheus exalta D’Alessandro, organizador do evento. O arqueiro diz que o argentino é uma pessoa incrível, no entanto brinca: 'É chato jogar contra ele'.

“Todo mundo conhece o D’Ale. Ele é um cara que em campo, jogando contra ele, ele é muito chato. Jogar contra o D’Alessandro é muito chato (aos risos). Mas é uma pessoa incrível, é uma pessoa que não é a primeira vez que realiza esse evento, então ele já vem ajudando todo mundo, reunindo muita gente bacana em prol de uma causa. Então, todas as palmas, todos os louvores ao D’Ale por isso, pela pessoas que é, Disse Cavichioli.

O goleiro finaliza agradecendo o convite feito por D’Ale e conclui: “E o agradecimento pelo convite para participar dessa festa, onde quem tem a ganhar não é a equipe que vence a partida em campo, mas sim as instituições que ele ajuda e que nós ajudamos. Então isso é muito válido e que possa se repetir muito mais”.