Atlético-GO decepciona e fica no empate sem gols com Grêmio Anápolis

Jogo no Olímpico não agrada e Dragão sai vaiado de campo; equipe de João Paulo Sanches segue sem vencer no Campeonato Goiano

Atlético-GO decepciona e fica no empate sem gols com Grêmio Anápolis
Atlético-GO e Grêmio Anápolis ficam no empate sem gols no Olímpico. (Foto: Comunicação/Atlético-GO)
Atlético-GO
0 0
Grêmio Anápolis
Atlético-GO: Kléver; Jonathan, Lucas Rocha, Willian Alves e Bruno Santos; Diego Silva, Fernandes (Tomas Bastos), Jorginho e Roger (Chiquinho); Wesley Natã (Vinícius Tanque) e Elder Santana. Técnico: João Paulo Sanches
Grêmio Anápolis: João Vitor; Edvan, Lucas Cunha, Ramon e Darlã; Jeferson, Zé Uilton, Cristian e Túlio (Nadson); Caio e Assuério (Roniel). Técnico: Edson Júnior
ÁRBITRO: Roberto Giovanny (GO) apitou a partida, auxiliado por Adaílton Fernando (GO) e Hederson Leão (GO)
INCIDENCIAS: 2ª rodada do Campeonato Goiano de 2018; A partida foi realizada ás 17h, no estádio Olímpico, em Goiânia (GO)

Só se passaram duas rodadas, mas a equipe do Atlético-GO já está sob pressão. Em dois jogos contra times tecnicamente piores, o Dragão empatou duas vezes e segue sem vencer no Campeonato Goiano, o que não agradou o torcedor rubro-negro. Dessa vez, o empate foi contra o Grêmio Anápolis, em 0 a 0, no estádio Olímpico, neste sábado (20). 

Com o resultado, o Dragão segue na terceira colocação do Grupo A, com dois pontos conquistados. A próxima partida do time rubro-negro será contra a Aparecidense, na próxima quarta-feira (24), às 20h30, novamente no Olímpico.

O Grêmio Anápolis está em situação melhor. O time da Raposa segue na liderança do Grupo B, agora com quatro pontos ganhos. Na próxima rodada, o Grêmio enfrentará o Iporá, na quarta-feira (24), às 20h, no estádio Ferreirão.

Chances para os dois lados no primeiro tempo

O Atlético-GO estava jogando em casa e queria se impor diante da equipe jovem do Grêmio Anápolis, mas a primeira chegada foram dos visitantes. Túlio recebeu ótimo lançamento na frente, ganhou na corrida da defesa e chutou forte para a boa defesa do goleiro Kléver.

O Dragão não demorou muito para responder. Aos 13 minutos, Roger finalizou com perigo e assustou o goleiro João Vitor. O jogo foi passando e o Atlético detinha a maior posse de bola, mas com muitas dificuldades de criar chances para abrir o placar.

Aos 37 minutos, Johnatan finalizou de canhota na entrada da área, após um belo drible no marcado da Raposa. A bola passou rente à trave do goleiro João Vitor e foi a última grande chance do rubro-negro no primeiro tempo.

Atlético faz jogo sonolento e não consegue marcar no Olímpico

O segundo tempo prometia ser melhor, mas ficou só na promessa. Os primeiros minutos foram de poucas jogadas ofensivas e com apenas um jogo truncado no meio de campo. A torcida ia perdendo a paciência com o time atleticano.

Aos 22 minutos, o Grêmio Anápolis quase marcou. Nadson subiu mais do que todo mundo dentro da área e cabeceou com muito perigo, mas a bola foi pra fora. A partida seguia sem muito ritmo e até "sonolenta" em alguns momentos.

O tempo foi passando e o Atlético-GO só criou uma chance real de gol no segundo tempo, quando o atacante Chiquinho fez jogada individual e chutou em cima do goleiro João Vitor, que agarrou a bola com muita segurança.

Ao fim do jogo, o alívio dos jogadores da Raposa por terem conquistado um resultado importante e as vaias da torcida do Atlético-GO para o time, que ainda não mostrou a que veio no Campeonato Goiano dessa temporada.