CSA goleia Murici com absoluta tranquilidade e conquista primeira vitória no Campeonato Alagoano

Azulão abriu vantagem no primeiro tempo e ampliou na etapa final para assumir a vice-liderança; equipe da Zona da Mata permanece na última posição

CSA goleia Murici com absoluta tranquilidade e conquista primeira vitória no Campeonato Alagoano
Foto: Gustavo Henrique/RCortez/CSA
CSA
4 0
Murici
CSA: Mota; Celsinho (Talisson, min. 82), Leandro Souza, Rodrigo Lobão e Rafinha; Dawhan, Boquita (Joilson, min. 59), Daniel Costa e Didira; Bruno Veiga (Giva, min. 70) e Michel Douglas. Técnico: Flávio Araújo.
Murici: Dias; Jonas, Cláudio, Sinval e Neguinho; Kauê, Marcelinho, Gueba e Shallon (Bruno, min. 57); Fabinho e Sávio. Técnico: Gilmar Batista.
Placar: 1-0, Michel Douglas, min. 24. 2-0, Daniel Costa, min. 73. 3-0, Rodrigo Lobão, min. 77 4-0, Giva, min. 88
ÁRBITRO: Dênis Ribeiro Serafim, auxiliado por Wagner da Silva e Cláudio Camilo da Silva | Cartões amarelos: Gueba (MUR, min. 32) e Michel Douglas (CSA, min. 75) | Cartão vermelho: Cláudio (MUR, min. 72)
INCIDENCIAS: Partida válida pela segunda rodada do Campeonato Alagoano 2018, disputada no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL

Se houve um pouco de desconfiança com o empate diante do Santa Rita no último fim de semana, essa ficou para trás. Enfim, o CSA conquistou a primeira vitória na temporada. Na noite desta quarta-feira (24), no Estádio Rei Pelé, o Azulão do Mutange goleou o Murici por 4 a 0. O jogo foi válido pela segunda rodada do Campeonato Alagoano. Os gols do jogo foram marcados por Michel Douglas, Daniel Costa, Rodrigo Lobão e Giva.

Com o primeiro triunfo em 2018, os azulinos alcançam a vice-liderança do estadual, atrás do invicto e 100% de aproveitamento CRB, com quatro pontos ganhos. Por outro lado, o alviverde da Zona da Mata mostra preocupação com as duas derrotas obtidas e a última posição na tabela de classificação.

A próxima rodada acontece no fim de semana. O Murici tenta mudar o panorama contra o CEO, em jogo a ser disputado no Estádio Edson Matias, em Olho D’Água das Flores, no Alto Sertão. O CSA folga e volta a disputar um jogo no Alagoano no dia 4 de fevereiro. Antes, encara o Ceará na Arena Castelão, pela Copa do Nordeste.

Foto: Gustavo Henrique/RCortez/Ascom CSA

Domínio no primeiro tempo

Todo o favoritismo apontado antes da bola rolar, pela disparidade de qualidade técnica entre os jogadores em campo, começou a ser evidenciado nas quatro linhas. As oportunidades para os donos da casa vinham seguidamente, sem forçar muito. Primeiro a chegar com perigo foi Bruno Veiga, que recebeu passe de Daniel Costa e errou na hora de finalizar. Depois, Celsinho cruzou na área e Bruno Veiga não aproveitou. No rebote, Michel Douglas emendou uma bicicleta, mas mandou por cima.

O CSA controlava o jogo, às vezes encontrava dificuldade na finalização, mas não era assustado pelo Murici, que se preocupava ao máximo em fechar os espaços obtidos no campo defensivo. Após insistência, a pressão deu resultado positivo aos 24 minutos. Daniel Costa cobrou falta com força, o goleiro Dias não segurou e Michel Douglas apareceu para aproveitar a sobra e abrir o placar.

Durante a reta final do primeiro tempo, o Azulão poderia ter aumentado a vantagem e selado a vitória, mas a trave foi um grande empecilho. Daniel Costa cobrou falta com a categoria conhecida e acertou em cheio o travessão. O Murici assustou pela primeira vez, quando Kauê completou cruzamento de Jonas e mandou para fora. Nos acréscimos, Rafinha iniciou contra-ataque pela esquerda, acionou Didira e a bola sobrou para Daniel Costa. Livre, o camisa 10 bateu forte no travessão novamente.

Foto: Gustavo Henrique/RCortez/Ascom CSA

Goleada na etapa complementar

O Murici até que esboçou uma reação no começo do segundo tempo para surpreender, mas as tentativas tímidas logo foram sufocadas pelo CSA. Na primeira oportunidade da etapa complementar, Dawhan recebeu lançamento de Daniel Costa e cruzou. Michel foi travado pela defesa e Dias segurou. O segundo gol estava bastante perto de aparecer. Daniel Costa mais uma vez aproveitou a habilidade para mandar com precisão no meio da área e Leandro Souza subiu para desviar para fora.

O técnico Flávio Araújo promoveu a entrada do atacante Giva aos 25 minutos e o panorama do jogo foi completamente modificado. Dois minutos depois, Didira passou para Daniel Costa, que chutou e a bola travou na defesa do Murici. Giva tentou aproveitar, mas foi derrubado pelo zagueiro Cláudio. A arbitragem assinalou penalidade máxima e expulsou o defensor alviverde. Na cobrança, Daniel Costa colocou a bola no lado direito de Dias e ampliou o placar.

Aos 32, o camisa 10 do CSA apareceu mais uma vez em um lance capital do jogo. Após cobrança de escanteio, Rodrigo Lobão subiu e desviou no canto direito do goleiro. Na reta final, a vitória virou goleada. Aos 43, Joílson iniciou jogada de ataque pela direita e cruzou para Giva. O atacante dominou dentro da área e bateu rasteiro no canto para finalizar o jogo e garantir o triunfo importante para o clube neste início de temporada.