Vila Nova vence mais um clássico e deixa Atlético-GO em crise no Campeonato Goiano

Tigrão vence segundo clássico no ano, segue na liderança do Grupo B e deixa Atlético-GO em crise na lanterna do estadual

Vila Nova vence mais um clássico e deixa Atlético-GO em crise no Campeonato Goiano
Vila Nova vence o Atlético-GO no estádio Olímpico. (Foto: Divulgação/Vila Nova F.C)
Vila Nova
2 1
Atlético-GO
Vila Nova: Mateus Pasinato; Maguinho, Brunão, Diego Giaretta e Anderson Luís; Fagner, Geovane e Dudu; Reis, Ramon e Mateus Anderson. Técnico: Hemerson Maria
Atlético-GO: Klever; Jonathan, Lucas Rocha, William Alves e Bruno Santos; René Santos; Diego Silva, Valderrama, Tomas Bastos e Roger; Vinícius Tanque. Técnico: João Paulo Sanches
Placar: 1x0 - Mateus Anderson (13'min - 1º tempo) 1x1 - Lucas Rocha (44'min - 1º tempo) 2x1 - Ramon (4'min - 2º tempo)
ÁRBITRO: Eduardo Tomaz (GO) apitou a partida, auxiliado por Fabrício Vilarinho (FIFA/GO) e Alexandre Amaral (GO)
INCIDENCIAS: 4ª rodada do Campeonato Goiano de 2018; A partida foi realizada ás 17h, no estádio Olímpico, em Goiânia (GO)

O Vila Nova conseguiu nesse sábado (27), mais uma vitória importante no Campeonato Goiano. O Tigrão bateu o Atlético-GO por 2 a 1 no estádio Olímpico e chegou aos oito pontos na tabela, permanecendo na liderança do Grupo B, e vencendo o seu segundo clássico no ano. O Dragão perdeu seu segundo jogo e está em crise no estadual.

Com o resultado, o Vila Nova está em primeiro no Grupo B com oito pontos ganhos. São duas vitórias e dois empates em quatro jogos. O Atlético está na 5ª colocação do Grupo A, com apenas dois pontos ganhos. São duas derrotas e dois empates em quatro jogos.

O próximo jogo do Vila Nova será contra o Rio Verde, na quarta-feira (31), ás 20h30, no estádio Mozart Veloso do Carmo. O Atlético enfrenta o Anápolis no mesmo dia, ás 19h30, no estádio Olímpico. O cargo do treinador João Paulo Sanches está com o cargo ameaçado.

Tigrão sai na frente e Atlético-GO empata com gol irregular

A partida teve seu início movimentado pelas duas equipes, principalmente pelo Vila Nova. O zagueiro Brunão foi o primeiro a tentar a chance, após levantamento de Reis na área. A cabeçada foi por cima em goleiro do Kléver.

O Vila Nova seguiu pressionando e quase marcou com chute de Mateus Anderson, e Kléver espalmou. No lance seguinte, veio o gol. Ramon recebeu de Geovane e ajeitou com o peito para Mateus Anderson, que chutou forte para marcar: 1x0.

Após o gol, o jogo deu uma esfriada, mas era evidente que o Vila Nova estava melhor em campo. O Atlético apenas se defendia e não conseguia atacar com eficiência. Na metade do primeiro tempo, Ramon foi lançado na frente e quase marcou, parando mais uma vez no goleiro Kléver.

Quando tudo parecia estar dando certo para o Vila, veio um gol polêmico. Tomas Bastos cobrou falta, a bola bate em William Alves e sobra para Lucas Rocha, empatar a partida: 1x1. O problema é que William Alves estava em impedimento quando tocou na bola, mas o árbitro deixou a jogada seguir e validou o gol do Dragão.

Tigrão segue melhor no jogo e Ramon garante a vitória

O segundo tempo veio e o Vila Nova logou tratou de pular na frente do placar novamente. Maguinho cruzou na área e o atacante Ramon estava lá para cabecear no ângulo do goleiro Klever: 2x1. O Atlético seguia perdido, como estava no primeiro tempo.

O Vila Nova seguia no ataque e Ramon recebeu um novo lançamento no ataque, mandando a bola na trave após a finalização para o gol. O Atlético seguia sem forças e não criou uma chance sequer na segunda etapa, decepcionando o pequeno número de torcedores atleticanos no estádio.

A última chance do jogo veio nos pés de Reis, que cobrou falta com categoria e acertou a rede do lado de fora. Após o fim do jogo, muita festa da torcida colorada e novas vaias da torcida rubro-negra.