Tubarão derrota América-RN e garante classificação em estreia na Copa do Brasil

Peixe catarinense supera potiguares com vitória construída no primeiro tempo e encara Atlético Paranaense na segunda fase

Tubarão derrota América-RN e garante classificação em estreia na Copa do Brasil
Tubarão levou a melhor e segue na competição (Foto: Divulgação / América-RN)
Tubarão
2 0
América-RN
Tubarão: Beliatto; Marcos Vinicius, Jailton, William Mineiro e Jean; Liel, Everton Dias e Guilherme Amorim; Índio, David Batista e Waguinho.
América-RN: Thiago Braga; Guilherme, Negretti, Tiago Sala e Danilo; Robson, Jonathas, Mateus, Tardelli e Cascata; Adriano Pardal.
Placar: 1-0, Marcos Vinicius. 2-0, Romarinho.
ÁRBITRO: Daniel Nobre Bins (RS)
INCIDENCIAS: Partida válida pela primeira fase da Copa do Brasil 2017, disputada no estádio Domingos Gonzales em Tubarão, Santa Catarina

O Tubarão recebeu o América-RN nesta quarta-feira (31), para o último dia de janeiro e para o primeiro jogo do Peixe na história da Copa do Brasil. Com superioridade e domínio, o Tricolor catarinense despachou o Colorado potiguar com uma vitória maiúscula. Marcos Vinícius e Romarinho marcaram no primeiro tempo.

Com a vaga garantida, o Peixe encara o Atlético Paranaense na segunda fase. O confronto com o Furacão também será em jogo único, previsto para o dia 21 de fevereiro. Diferente da primeira fase, na segunda o empate leva a decisão aos pênaltis. Esse tipo de confronto gerou grandes apreensões, por exemplo na passagem do Corinthians somente nas penalidades contra o também catarinense Brusque em 2017.

Tubarão morde desde o início e aproveita chances

Índio arriscou de fora da área e a bola saiu pela linha de fundo. Instantes depois, novamente Índio na iniciativa pela direita, a jogada buscava Baiano para marcar, mas a zaga afastou pelo América. Adriano Pardal recebeu atendimento e esfriou o jogo na sequência. O ímpeto inicial do Tubarão diminuía e Romarinho seguia pouco participativo na partida.

O América passou a esperar o Peixe e ficava recuado no seu campo. O placar de 0 a 0 persistia em segurança, pois os times não apresentavam chances de gol. Aos 21', Everton Dias disparou e o goleiro Thiago Braga fez firme defesa.

Mas o Peixe se tornou cada vez mais presente nas ofensivas e o resultado apareceu: 1 a 0 em gol marcado pelo lateral Marcos Vinícius. Foi a segunda finalização do jogador, dessa vez de maneira certeira para incendiar o estádio no sul catarinense. Foi o primeiro gol marcado pelo Tubarão na história da Copa do Brasil.

Na marca dos 30 minutos, a ampliação. Romarinho aproveitou nova falha defensiva. Outra jogada trabalhada com Índio no passe e Romarinho de dentro da área fez num chute forte: 2 a 0. Para selar o primeiro tempo, último giro do cronômetro nos acréscimos, Everton Dias encarou a marcação e a bola pegou na trave, estando próximo o Tubarão de marcar o terceiro e liquidar o jogo.

Arbitragem foi gaúcha na partida (Divulgação / América-RN)

América cresce, mas Tubarão administra placar e avança na Copa

O América, que vem bem no campeonato potiguar, precisava recuperar seu futebol, mas não isso não foi visto ao voltar do intervalo. Com 2 minutos de jogo, o zagueiro Tiago Sala errou novamente em lance atrapalhado e Índio quase marcou o terceiro do Tubarão, mas errou o alvo na finalização. Aos 5', Índio vinha em alta velocidade para receber na área, mas Thiago Braga saiu preciso da meta e defendeu o lance.

Aos 12', o América deu as caras. Após arremesso lateral jogado para área, a bola sobrou em boas condições de tiro e Juninho Tardelli quase acertou o ângulo da meta, assustando a torcida local dos tricolores. O colorado potiguar tentou se empolgar após a criação da chance e chegou a rondar a meta tubaronense instantes depois.

O atacante Adriano Pardal cabeceou em cobrança de escanteio aos 26 minutos, mas mandou ao lado da trave, sem preocupar o goleirão dos catarinenses. Com 30 minutos, o América teve cobrança de falta com veneno. Cascata cobrou e a bola passou muito perto, em nova chance de reduzir a desvantagem.

O América não conseguiu manter a sua tentativa de pressão e o Peixe levava a melhor na defesa, ainda buscando explorar o contra-ataque. No final, um dos melhores em campo, Índio teve a chance de deixar seu gol, mas não acertou em cheio ao tentar de calcanhar e a bola passou aos 42 minutos. Nos acréscimos, a torcida tubaronense era pura alegria, festejando a vitória e a garantia da classificação logo na sua primeira participação em Copa do Brasil. Para o América, resta o campeonato potiguar.