Buscando subir na tabela, América-MG e Corinthians se enfrentam pelo Brasileiro

Time mineiro é lanterna da competição e precisa vencer para embolar a briga no Z-4; Timão quer colar no líder e maior rival, Palmeiras

Buscando subir na tabela, América-MG e Corinthians se enfrentam pelo Brasileiro
Foto: Silva Jr./Folhapress
América-MG
Corinthians
América-MG: João Ricardo; Jonas, Alison, Adalberto, Gilson; Leandro Guerreiro, Claudinei, Osman, Alan Mineiro, Danilo; Victor Rangel. Técnico: Sérgio Vieira.
Corinthians: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique, Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho; Romero, Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel; Luciano. Tècnico: Cristóvão Borges.
ÁRBITRO: Wagner Reway (MT). Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Fabiano da Silva Ramires (ES).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016, realizada na Arena Independência, em Belo Horizonte/MG.

América-MG e Corinthians entram em campo na noite desta quarta-feira (29) a partir de 21h45 na Arena Independência, em Belo Horizonte/MG, pela 12ª rodada, olhando para cima, porém em degraus diferentes da escada do Campeonato Brasileiro 2016

O Coelho é o último colocado da competição, com apenas oito pontos. O time mais próximo fora do Z-4 é o Sport, com 12 pontos. Vencer é fundamental para se aproximar dos adversários diretos na luta contra o rebaixamento e, se auxiliado por outros resultados, deixar a incômoda "lanterna verde".

O Timão está em quarto lugar, com 19 pontos e tem a mesma pontuação do terceiro colocado, o Santos. Porém, perde nos critérios de desempate. Um resultado positivo em Minas Gerais pode colocá-lo próximo à liderança, atualmente ocupada pelo maior rival, o Palmeiras.

Bom retrospecto contra Corinthians é favor motivacional no América-MG

O Coelho nunca perdeu para o Timão jogando em seus domínios. Em cinco confrontos, foram três vitórias americanas e dois empates. O triunfo mais recente foi na última passagem do time mineiro pela Série A, em 2011. Vitória por 2 a 1 jogando no Parque do Sabiá, em Uberlândia/MG, com gols de Fábio Júnior e Amaral. Chicão descontou para a equipe paulista.

Peça fundamental do América, o volante Claudinei sabe da dificuldade existente em enfrentar o atual campeão brasileiro, porém salienta que o time está preparado para encarar o desafio. “Estamos preparados, sempre. Com certeza vai ser um jogo difícil, mas estamos preparados para enfrentar os desafios. Sabemos que cada jogo é uma história, então temos que entrar focados e saber que, para nós, resta apenas a vitória.", analisou.

A torcida americana não tem correspondido fora de campo. O Time da Família tem a pior média de público do campeonato. Pedindo o apoio do torcedor, o volante reforça que, além dele, o desempenho da equipe é fundamental para buscar o resultado positivo."O apoio da torcida é sempre importante, mas temos que fazer nossa parte dentro de campo. Esse tem que ser o nosso objetivo, porque temos condições e já mostramos nossa qualidade em outras oportunidades. Nosso torcedor sabe também da importância que tem e vamos estar sempre conosco”, declarou Claudinei.

Timão em ascensão quer confirmar a volta da boa fase

Tite foi para a Seleção Brasileira e é passado na equipe de Parque São Jorge. Cristóvão Borges chegou e, aos poucos, vai implantando a sua maneira de trabalhar a equipe, mesclando com a base que o treinador anterior deixou. Vindo de boa vitória sobre o Santa Cruz por 2 a 1, o novo comandante já deixou claro que quer todos os jogadores focados, pois podem ser utilizados a qualquer momento.

Sobre a vontade de jogar, o lateral Uendel reforçou a ideia passada por Cristóvão e ressalta que a abertura de possibilidades alimenta a vontade de se entregar nos treinamentos, pois a chance, uma hora ou outra, aparecerá. "Sabemos que todos seremos usados. Todos se sentem úteis, isso é o mais importante. Quando a gente vem para o campo, todos se doam ao máximo. A oportunidade sempre aparece uma hora por lesões ou cartões dos companheiros. Não podemos perder essa gana de querer jogar", comentou.

Outro jogador que se encontrou na temporada é Angel Romero. Artilheiro do Corinthians na temporada com 10 gols, o atacante também elogiou a postura de Cristóvão e sente que o treinador confia em seu trabalho. "Estava um pouco triste porque não estava jogando, sou o artilheiro do time. É f... você ficar fora, mas acontece. Falei que se viesse uma proposta eu ia conversar com minha família e empresário. Agora, com a troca do treinador, ele confia no meu trabalho, valoriza meu trabalho, fico feliz por isso", afirmou.