América-MG e Grêmio pecam na finalização e apenas empatam no Independência

Tricolor não consegue se impor, tem Edilson expulso e Coelho volta a pontuar na competição após sequência de derrotas

América-MG e Grêmio pecam na finalização e apenas empatam no Independência
Mateusinho foi um dos destaques em campo (Divulgação/América-MG)
América-MG
0 0
Grêmio
América-MG: JOÃO RICARDO; JONAS, ALISON, SUELITON E GILSON; LEANDRO GUERREIRO, JUNINHO, PABLO, MATHEUSINHO E OSMAN; MICHAEL (VICTOR RANGEL). TÉCNICO ENDERSON MOREIRA
Grêmio: GROHE; EDÍLSON, GEROMEL, WALLACE REIS E MARCELO OLIVEIRA; JAÍLSON, MAICON, NEGUEBA E DOUGLAS; PEDRO ROCHA (GUILHERME) E MILLER BOLAÑOS (HENRIQUE ALMEIDA). TÉCNICO ROGER MACHADO
Placar: 0-0
INCIDENCIAS: Partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, disputada no estádio Independência, em Belo Horizonte.

Na noite deste domingo (31), o lanterna América-MG recebeu o Grêmio, em confronto entre opostos na tabela de classificação. Apesar disso, o Coelho até criou mais chances contra o Tricolor. Com direito à expulsão de Edílson pelo lado gremista, o empate em 0 a 0 se estendeu até o apito final.

Com a igualdade no Independência, o Grêmio soma 31 pontos, cai para o quarto lugar, sendo ultrapassado pelo Santos e ganhando a concorrência direta do quinto Flamengo e do sexto Atlético-MG.

Já o América-MG segue na lanterna isolada, com apenas 9 pontos e distante do 16º Vitória, que tem pontuação de 19.

Na próxima rodada, o Grêmio recebe o Santa Cruz na Arena, na quinta-feira, às 19h30. Enquanto pela 17ª rodada, o América visitará o Sport Recife na Ilha do Retiro, na quarta-feira, às 19h30.

Poucas chegadas, mas melhores chances do América

A primeira chance veio após falha da zaga do Grêmio. A bola se ofereceu para Matheusinho, o meia perdeu tempo e foi desarmado para escanteio. Na cobrança da direita, Sueliton cabeceou por cima. O Grêmio respondeu com Pedro Rocha abriu espaço pela entrada da área, chutou buscando o ângulo, mas errou o alvo.

O América iniciou com mais posse de bola e ditando o ritmo, mas logo o Grêmio de Roger Machado equilibrou as ações na meia cancha. Douglas tentou passe para Miller já aos 16 minutos, mas foi marcado o impedimento do equatoriano, que escapava livre.

O Tricolor é conhecido por adiantar a marcação aos adversários, mas a primeira metade ficava em uma espera demais do América, com Pedro Rocha e Miller Bolaños mais isolados. Aos 23 minutos, Douglas conseguiu receber pela esquerda, bateu cruzado para área e João Ricardo defendeu.

Grande chance teve Osman pela esquerda, ele avançou com certa liberdade, chutou no desvio em Wallace Reis, a bola encobriu Grohe e foi por cima da meta. Já aos 34 minutos, cobrança de falta da direita para o América, cabeçada à queima-roupa de Jonas e Grohe fez defesa espetacular para evitar o primeiro americano.

Aos 42', o Grêmio trocava passes por minutos, até Maicon tocar para Douglas e este descolar passe para Bolaños, que finalizou da entrada da área para fora, à direita. A resposta do Coelho foi com Pablo, recebeu na direita, escapou de Negueba e chutou com a parte de fora do pé para Grohe espalmar novamente. A aposta do América foi forçar jogo em Matheusinho exatamente pelo setor direito, às costas de Marcelo Oliveira.

Edilson é expulso e Grêmio apenas empata em atuação decepcionante

Em posição legal, vacilo da defesa do Grêmio e recebimento a Matheusinho na área. O habilidoso meia não conseguiu o domínio e o Grêmio escapou de sofrer o tento. Os primeiros minutos foram bastantes amorcegados, com o jogo setorizado no meio de campo.

Matheusinho pegou sobra de escanteio pela direita, tentou o cruzamento a 10 minutos, mas a bola na direção do gol ficou fácil a Grohe. A primeira troca do Grêmio foi a saída de Pedro Rocha e a entrada de Guilherme na meia.

Mas quem continuava a perseguir o resultado era o meia Matheusinho do América. Ele recebeu bom lançamento na área a 16 minutos, mas novamente não dominou. No minuto seguinte, Marcelo Oliveira lançou Bolaños, João Ricardo não saiu e o equatoriano acertou a trave no chute. Douglas entrava pelo rebote, mas não concluiu.

Aos 21 minutos, Guilherme recebeu na quina da área pela esquerda, encarou a marcação, bateu cruzado, mas o destino foi a linha de fundo, longe do alcance de Bolaños.

Com 26 minutos, o lateral-esquerdo Gilson conseguiu ir até o fundo, Negueba não o acompanhou e a bola quase se ofereceu para o gol do América. No escanteio, Michael chutou de primeira de perna direita e a bola passou próxima da trave de Grohe.

Nas trocas, Henrique Almeida no lugar de Miller Bolaños e Loboa estreando pelo América-MG. Em seguida, Edilson acabou expulso por entrada desleal no adversário. Cartão vermelho direto ao lateral gremista.

Apesar da desvantagem numérica, Henrique Almeida ainda conseguiu finalização aos 34 minutos, se esforçando contra a proteção errada do zagueiro, mas João Ricardo defendeu firme, sem problemas. Fora isso, pressão americana no campo de ataque com o Grêmio fechado. O panorama se estendeu até o fim, com o apito final aos 49 minutos: 0 a 0.