Após longa espera, zagueiro Cardoso é regularizado e pode estrear pelo América-MG

Defensor chegou em meados de julho, correu risco de ser dispensado, mas teve seu nome registrado no BID da CBF

Após longa espera, zagueiro Cardoso é regularizado e pode estrear pelo América-MG
Foto: Carlos Cruz/América-MG

Após uma espera incômoda de 47 dias, finalmente o alívio chegou para o zagueiro Cardoso. O defensor contratado pelo América-MG em meados de julho vindo do futebol do Azerbaijão teve seu nome divulgado no Boletim Informativo Diário da CBF e ganhou condições de jogo.

Desde que chegou ao CT Lanna Drummond, em 20 de julho, Cardoso vinha treinando com os companheiros de clube a espera da definição de sua situação. Fora dos planos até então, o defensor assistiu o América-MG perder pontos importantes do Brasileirão, que o colocaram na lanterna do campeonato com apenas 13 pontos, além de ter a segunda pior defesa do nacional, levando 35 gols. 

Passado o período de espera, Cardoso fez questão de agradecer a diretoria americana pela espera em resolver a situação do defensor. "Foi um momento complicado, porque você fica naquela tensão se o nome ia sair, sem saber o que estava acontecendo. Já joguei em três continentes e nunca tive essa experiência na hora da transferência. Tenho que agradecer muito o trabalho da Diretoria, que foi bastante paciente. Agora, estou à disposição do professor Enderson e a minha motivação está renovada", comentou.

Cardoso poderá disputar uma vaga na defesa americana. Atualmente, os titulares são Alison e Sueliton. Éder Lima, que veio do Bragantino também teve sua oportunidade. Sobre o jogo da próxima quinta-feira contra o Cruzeiro, o defensor mantém o otimismo pela vitória e a reação do Coelho.

"Tomara que a minha regularização traga sorte, porque o importante é o América ganhar. A expectativa é grande, sabendo que posso ficar à disposição em um clássico tão esperado por todos. Indo ou não para o jogo, quero estar junto do grupo, apoiar os jogadores, porque o jogo é muito importante. Uma vitória em um clássico traz muita moral para o elenco, para podermos pegar o hábito de ganhar. Estamos fazendo bons jogos, mas não demos aquela arrancada de vitórias, o que eu espero que aconteça na quinta-feira", finalizou.