Mesmo com derrota, Enderson Moreira valoriza atuação do América-MG e já projeta 2017

Praticamente rebaixado para a Série B, treinador alviverde não deixou de fazer cobranças a diretoria americana e novamente elogiou a atuação do time em campo

Mesmo com derrota, Enderson Moreira valoriza atuação do América-MG e já projeta 2017
Foto: Mourão Panda/América-MG

O América-MG novamente sai de campo derrotado no Campeonato Brasileiro. O Coelho não conseguiu segurar o Atlético-MG, e perdeu o jogo no Mineirão por 3 a 0, deixando remotas as possibilidades de salvação do rebaixamento.

O técnico Enderson Moreira, que foi contratado para tentar salvar o América-MG de mais um descenso no Campeonato Brasileiro, aproveitou a coletiva para cobrar da diretoria americana um time mais forte na próxima vez que o Coelho disputar a primeira divisão nacional.

"O América tem que tirar lições. Não adianta a gente conseguir subir sem ter uma equipe com um perfil para encarar uma competição tão difícil como a Série A. O América, se eu não estou enganado, não conseguiu permanecer nos anos que subiu e sempre retornou. Este projeto tem que ser diferente. Temos que buscar outra forma de subir e ter uma equipe extremamente competitiva, onde a gente possa ter uma base formada, forte, para encaixar algumas peças e tornar a equipe ainda mais forte para aquilo que vai enfrentar na Série A", declarou.

Mesmo descontente com mais um resultado negativo no Brasileirão, o treinador americano não deixou de enfatizar o crescimento dos jogadores em sua gestão e a atuação do América-MG perante o Atlético.

"Não fico satisfeito, porque futebol é resultado, claro, mas eu vi uma equipe que brigou o tempo todo, lutou, criou, jogou de igual para igual contra o Atlético, sem um pingo de receio de buscar, lutar. É um time organizado, sabe o que faz, sabe esperar o que tem que esperar. A gente sempre cria dificuldades para o adversário. Infelizmente, hoje sofremos três gols, tivemos várias oportunidades. Infelizmente não conseguimos transformar em gol. Sinto na alma um resultado como esse. Esse é um dia que me deixa chateado, porque não condiz com o que foi o jogo. Não condiz com o que a gente fez nos 90 minutos", finalizou.