Matheusinho comemora nova convocação para Seleção Sub-20 e projeta futuro

Jovem meia exalta o ano positivo, apesar da campanha americana no Brasileiro, e projeta a temporada de 2017 mais feliz

Matheusinho comemora nova convocação para Seleção Sub-20 e projeta futuro
Foto: Divulgação/América-MG

O momento do jovem meia Matheusinho, de 18 anos, não poderia ser melhor. O jogador é considerado uma joia das categorias de base do América-MG. Agora o atleta acumula mais uma convocação para a Seleção Sub-20 do Brasil, que inicia preparação para o Sul-Americano da categoria. Antes, o selecionado canarinho fará dois amistosos contra o México, nos dias 11 e 13 de novembro, na Cidade do México. 

Sobre o chamado do técnico Rogério Micale para a Seleção Brasileira Sub-20, Matheusinho celebra a oportunidade de defender a camisa canarinho. "Graças a Deus tenho outra oportunidade de defender a Seleção Brasileira, o nosso país. Isso é muito bom. Fico muito feliz por essa nova convocação", exaltou.

O ano de 2016 para Matheusinho foi importante para ele. Além das seguidas convocações para as seleções de base, o atleta alçou a condição de atleta profissional do América-MG. O meia realizou 21 jogos pelo Coelho, sendo dois pela Copa do Brasil, três pelo Campeonato Mineiro, e 16 pelo Brasileirão. Tanto trabalho resultou em um novo contrato firmado com o clube americano até 2021 e com uma multa rescisória de 30 milhões de euros, caso haja uma transação para uma equipe europeia. O jogador comentou que o momento tem servido como aprendizado.

"Está sendo um aprendizado para mim. É o meu primeiro ano e eu já estou participando de vários jogos, pegando experiência, evolui bastante. Meus companheiros e treinadores também me ajudam muito e estão me dando muita confiança. Mas tenho que continuar trabalhando, focado, para que 2017 seja melhor", declarou.

Por fim, Matheusinho ainda exaltou o trabalho realizado como departamento de preparação física do América. O meia ressalta que o esforço tem sido importante nos jogos em que o atleta está em campo.

"Cresci três centímetros e ganhei uns ‘quilinhos’ a mais (risos). Nossos preparadores, tanto o Léo (Fagundes) quanto o Edy (Carlos) estão fazendo um trabalho muito bom. Hoje em dia já estou mais preparado, firmando o corpo mais. O trabalho que está sendo feito comigo é excepcional. Tenho que agradecer ao América e a todos os profissionais que estão me ajudando", finalizou.