América-MG sai na frente, mas Sport se recupera e descola empate no Independência

Jogo movimentado no estádio do Horto foi a despedida de Leandro Guerreiro do torcedor americano; Leão segue ameaçado pelo rebaixamento

América-MG sai na frente, mas Sport se recupera e descola empate no Independência
Foto: Divulgação/América-MG
América-MG
2 2
Sport
América-MG: João Ricardo; Cristian, Messias (Makton, min. 60), Roger e Ernandes; Leandro Guerreiro, Juninho, Tony e Danilo (Gilson, min. 86); Osman e Michael. Técnico: Enderson Moreira
Sport: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Renê; Ronaldo, Rithely, Apodi (Everton Felipe, min. 57), Diego Souza e Rodney Wallace; Luis Ruiz (Vinícius Araújo, min. 57). Técnico: Daniel Paulista
Placar: 0-1, min. 11, Rodney Wallace, 1-1, min. 52, Danilo, 2-1, min. 64, Michael e 2-2, min. 79, Ronaldo Alves.
ÁRBITRO: João Batista de Arruda (CBF/RJ). Assistentes: Rodrigo F. Henrique Correa (Fifa/RJ) e Dibert Pedrosa Moisés (CBF/RJ)
INCIDENCIAS: 37ª rodada do Brasileiro. Estádio: Independência. Data: sábado, 26 de novembro de 2016. Público: 2.139. Renda: R$ 21.530,00

Ainda lutando contra o rebaixamento nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, o Sport passou apertado e conseguiu empatar com o América-MG por 2 a 2, em partida válida pela 37ª rodada do Brasileirão. O jogo foi disputado no Estádio Independência. 

Com o rebaixamento consolidado desde a derrota para o Flamengo, no Mineirão, por 1 a 0, na 35ª rodada, o América-MG participa de seus últimos compromissos pelo Brasileirão visando encerrar sua participação de forma menos traumática para seu torcedor. Além disso, o Coelho já iniciou as dispensas no elenco reformulando o time para a temporada 2017. Apesar da péssima campanha, o time americano se apresentou perante o Sport com qualidade e dificultou a vida do rubro-negro. 

Melhor colocado perante os dois times que também lutam para não cair, Vitória e Internacional, o Sport não teve vida fácil diante do América-MG e perdeu uma oportunidade muito interessante para encerrar a disputa contra o rebaixamento com a permanência na Série A de 2017. O rubro-negro agora espera pelos resultados dos rivais torcendo para que nenhum deles vença na rodada. 

Na próxima rodada do Brasileirão, a última de 2016, o América-MG visitará o Santos, domingo (4), às 17h, na Vila Belmiro. No mesmo dia e horário, o Sport receberá o rebaixado Figueirense, na Ilha do Retiro.

América começa melhor, mas Sport sai na frente

Com dispensas durante a semana, o técnico Enderson Moreira colocou em campo uma equipe modificada. Titular absoluto e capitão do time, o volante Leandro Guerreiro fez a sua última partida diante dos torcedores do América-MG. Após três anos, o jogador não ficará para 2017, e entrou em campo diante do Sport utilizando a camisa 147, número de jogos realizados pelo Coelho.

O Sport entrou em campo ciente de que uma vitória encerraria a disputa contra o rebaixamento. No entanto, o começo da partida não foi dos melhores. O América-MG iniciou o jogo pressionando e chegou a mandar uma bola no travessão após boa jogada de Osman. Logo em seguida, o Coelho chegou a marcar com Michael, mas o árbitro anulou alegando impedimento do centroavante americano.

No decorrer da etapa inicial, o Sport explorou as jogadas de linha de fundo, sempre procurando Diego Souza e Ruiz, mais ofensivos, e equilibrou a partida. Porém, foi numa roubada de bola que o rubro-negro abriu o marcador. Após falha na saída de jogo, Leandro Guerreiro, o homenageado da noite, perdeu a bola para Renê. Este, com belo passe, deixou Rodney Wallace em condições de finalizar contra o gol de João Ricardo, que nada pôde fazer.

Sem se deixar abater com o gol sofrido, o América-MG quase empatou o jogo com Danilo, que recebeu na área e bateu cruzado, e Renê tirou a bola que levaria perigo ao gol de Magrão. 

América-MG vira o marcador, mas não aguenta pressão do Sport

O segundo tempo começou como iniciou a etapa anterior. O América-MG comandou as ações da partida e logo foi recompensado. Aos sete minutos, em cruzamento de Osman, Danilo apareceu na área como um centroavante e cabeceou a bola que foi no canto esquerdo de Magrão. 

O técnico Daniel Paulista tirou o apagado Ruiz e Apodi, e promoveu as entradas de Vinícius Araújo e Everton Felipe, mas não alterou o estilo de jogo do Sport. Mesmo assim, o rubro-negro teve um gol anulado de Diego Souza, após marcação de impedimento. 

Minutos depois, quem comemorou foi o América-MG. Após escanteio batido por Danilo, Roger ajeitou para Michael escorar para as redes de Magrão e virar a partida. O resultado não poderia ser melhor para o Coelho. Por outro lado, o Sport parecia não acreditar no que estava acontecendo.

Porém, a alegria do americano durou pouco. O volante Makton foi expulso após agredir o lateral-esquerdo Rodney Wallace com um tapa, revidando um empurrando do jogador do Sport. Após a expulsão do atleta do América-MG, o rubro-negro cresceu e pressionou os mineiros. 

A pressão só teve efeito aos 34 minutos. Diego Souza bateu falta para grande área. A zaga americana dormiu no ponto, e Ronaldo Alves apareceu frente a frente ao goleiro João Ricardo para tocar de cabeça para o gol. O empate não era um resultado agradável para o Sport, mas evitou uma derrota que poderia custar caro no futuro.