Guarani segura empate em BH contra o América-MG e assume liderança

Ambos os times perderam chances de gols, mas levaram um ponto importante para suas campanhas na Série B; Bugre passou Juventude na tabela

Guarani segura empate em BH contra o América-MG e assume liderança
Foto: Divulgação/América-MG
América-MG
0 0
Guarani
América-MG: João Ricardo, Norberto, Rafael Lima, Messias e Gérson Magrão (David); Ernandes, Zé Ricardo e Ruy (Hugo Cabral); Matheusinho, Luan e Bill (Hugo Almeida). Técnico: Enderson Moreira
Guarani: Leandro Santos; Lenon, Diego Jussani, Willian Rocha e Salomão; Auremir, Evandro e Luiz Fernando (Richarlyson); Claudinho (Kevin), Rafael Silva (Juninho) e Caíque. Técnico: Vadão.
ÁRBITRO: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS). Auxiliares: Lucio Beiersdorf Flor (RS) e Leirson Peng Martins (RS).
INCIDENCIAS: Sábado (15), 16h30, 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Partida disputada no Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

No confronto entre alviverdes e que estão no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro, América-MG e Guarani empataram sem gols no Independência, valendo pela 14ª rodada do Brasileirão. 

Os mais de 5.700 torcedores assistiram um jogo com muita força de vontade das equipes, porém, com certa dose de cautela, principalmente, do Guarani. O resultado não muda a situação do América, que seguirá em terceiro lugar com 24 pontos. Já o Guarani assumiu a liderança da Série B com 26 pontos, empatado com o Juventude.

Na próxima rodada, o América-MG vai até Natal encarar o ABC, terça-feira (18), às 20h30, no Estádio Frasqueirão. No mesmo dia e horário, o Guarani receberá o Ceará, no Brinco de Ouro de Princesa. 

Guarani começa melhor, e América-MG tenta responder à altura

Os dois times entraram em campo com desfalques. O América-MG não teve o lateral-esquerdo Pará, lesionado, e foi obrigado a improvisar o meia Gerson Magrão na posição. Por sua vez, o Guarani não teve Bruno Nazário, Eron, Braian Samúdio e Fumagalli. O primeiro está suspenso, o segundo, lesionado, o terceiro foi vendido à um clube turco, e o quarto foi poupado por Vadão.

Nos primeiros minutos, o Guarani tentou impor seu jogo, com posse de bola e esperando a hora certa de atacar. Aos quatro minutos, Rafael Silva recebeu a bola no ataque, arrematou a gol e perdeu uma ótima oportunidade.

Já o América, sem conseguir tomar a bola do adversário só conseguiu chegar ao ataque com consistência aos 11 minutos. Ruy cruzou bola para grande área, o atacante Luan se posicionou na frente para tentar cabecear, mas errou na investida. 

A partir da segunda metade do primeiro tempo, o América conseguiu ganhar a posse de bola e passou a batalhar por um domínio territorial, mas sem resultar boas oportunidades de gol. O Guarani, fechou-se em seu setor defensivo, não deu chances ao ataque adversário. 

Porém, as únicas chances reais de gol deixaram para acontecer nos últimos minutos. Aos 42, a defesa do América-MG se adiantou e dormiu no ponto. Rafael Silva foi lançado e bateu cruzado. João Ricardo fez grande defesa. Na sobra, Caíque, desequilibrado, finalizou de joelho, e mandou a bola pela linha de fundo. Aos 48, Messias erra e Luis Fernando toca para Claudinho, que arrisca o chute e a bola vai para fora.

América-MG melhora e domina o segundo tempo

Após o equilíbrio da etapa inicial, o América retornou para o segundo tempo mais ativo e explorando mais o ataque. Por sua vez, o Guarani seguiu com seu jogo mais conservador e esperando por uma oportunidade de gol mais aguda.

Mesmo assim, a primeira chance da etapa final foi do Guarani. Rafael Silva recebeu a bola em condições e bateu tirando a marcação de Norberto. João Ricardo fez excelente intervenção.

Depois disso, só deu América-MG. O Coelho apareceu com frequência no campo de ataque. O domínio mineiro era territorial, deixando o Guarani encurralado no setor defensivo. A vitória era uma questão de tempo. Era só acertar o pé.

Porém, entrou em ação o goleiro do Bugre, Leandro Santos. O camisa 1 do Guarani impediu o gol do América. Na retomada de bola do ataque americano, Luan recebeu a bola na esquerda e fez o cruzamento para Bill. O centroavante recebeu na área, dominou do jeito que deu, e na hora da batida, Leandro saiu do gol após o arremate do camisa 9 e garantiu o placar sem gols para o Bugre.

América-MG