América-MG vence Londrina em seu quarto triunfo seguido e conquista turno da Série B

Aproveitando experiência de Luan e Bill com a juventude de Matheusinho, Coelho fez parceria perfeita para vencer o Londrina no Independência por 3 a 2

América-MG vence Londrina em seu quarto triunfo seguido e conquista turno da Série B
Foto: Mourão Panda/América-MG
América-MG
3 2
Londrina
América-MG: João Ricardo, Juninho, Messias, Lima e Giovanni (Willian); David, Ernandes, Neto Moura (Hugo Cabral) e Matheusinho (Gérson Margão); Luan e Bill. Técnico: Enderson Moreira.
Londrina: César; Reginaldo, Gustavo Silva, Edson Silva e Igor Miranda (Bidía); Rômulo, Jardel, Rafael Gava (Marcinho) e Celsinho (Carlos Henrique); Artur e Jonatas Belusso. Técnico: Cláudio Tencati.
Placar: 0-1, min. 10, Celsinho, 1-1, min. 41, Bill (pênalti), 2-1, min. 66, Bill, 2-2, min. 74, Jonatas Belusso e 3-2, min. 76, Luan.
ÁRBITRO: Luiz César de Oliveira Magalhães (CE/CBF). Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE/CBF) e Armando Lopes de Sousa (CE/CBF)
INCIDENCIAS: 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG). Data e horário: 1º de agosto de 2017 (terça-feira), às 20h30. Público: 4.012. Renda: R$ 22.777,00

Com boa atuação, o América-MG derrotou o Londrina por 3 a 2, no Independência, valendo pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O resultado garantiu ao time mineiro o título simbólico de campeão do primeiro turno do Brasileirão. 

Apesar das dificuldades apresentadas durante a partida, o América-MG mostrou ser um time maduro e capaz de lidar com situações adversas. O Coelho venceu a quarta partida seguida na Série B, chegando a 12 jogos sem perder no campeonato. Por sua vez, o Londrina, que chegou a assumir a vice-liderança enquanto esteve vencendo a partida de hoje, acabou perdendo mesmo se colocando em campo como um time organizado e indigesto de ser batido. 

Na próxima rodada, o América-MG viaja até Maceió e encara o CRB, no Estádio Rei Pelé, sexta-feira (4), às 21h30. Já o Londrina receberá o Vila Nova, segunda-feira (7), às 20 horas, no Estádio do Café. 

Londrina sai na frente, mas América consegue o empate

No começo do primeiro tempo, os dois times se mostravam organizados e sabedores de suas funções em campo. Jogando em casa, o América era mais presente no campo de ataque, mas tinha como adversário um Londrina muito eficiente na marcação e esperando a hora de contra-atacar. 

E foi no contra-ataque que o Londrina abriu o placar. Após vacilo de Ernandes, Artur e Jonatas Belusso tabelaram bem, com cruzando e Celsinho, livre de marcação apareceu para mandar a bola para as redes de João Ricardo. 

Apesar do gol sofrido, o América não sentiu o golpe e seguiu forçando o ataque, agora com mais intensidade, ainda que errando passes e finalizando sem capricho. Porém, aos 41 minutos, o zagueiro paranaense Gustavo colocou a mão na bola. Na indecisão, o árbitro Luiz César de Oliveira Magalhães consultou o bandeira Armando Lopes de Sousa, que delatou a penalidade máxima. Minutos depois, Bill bateu no canto direito, o goleiro César ainda acertou o canto, mas não conseguiu a defesa. 

Mesmo com ânimos exaltados das duas partes, América consegue a vitória

O segundo tempo começou nervoso pelos dois lados. O árbitro da partida teve que controlar os ânimos dos jogadores. Ainda que exaltados, os dois times atuavam bem. O América era mais ofensivo e merecia a virada. Já o Londrina se postou mais defensivamente do que na etapa anterior, mas apostava no contra-ataque. 

Após os dez minutos, brilhou a estrela de Matheusinho. O jovem talento do time americano começou à aparecer, com movimentação, manobras de qualidade e sendo o diferencial do América. E foi dele a jogada sensacional que resultou no gol da virada mineira. Após tirar dois marcadores, Matheusinho passou a Bill, que mandou um chutaço no ângulo esquerdo de César. 

O Londrina não teve outra alternativa a não ser sair para o ataque. Com o time mais solto, a pressão paranaense foi maior até os 29 minutos. Artur começou a jogada e passou para Jonatas Belusso. O atacante teve a tranquilidade de dominar, tirar o goleiro João Ricardo, e bater para o gol vazio. 

Porém, a alegria paranaense durou pouco. Aos 31, novamente Matheusinho brilhou no ataque. Após boa jogada, tocou para Bill, este, com um toque de primeira deixou Luan na cara de gol. O atacante apenas completou para as redes e fez o gol da virada americana. 

Ao final da partida, os jogadores do Londrina partiram para cima do árbitro reclamar da atuação da arbitragem. A polícia entrou em ação, e na confusão, Jonatas Belusso acabou expulso. 

América-MG