América-MG quebra série positiva do Náutico e dispara na liderança

Coelho impede Timbu de chegar à terceira vitória seguida e abre boa vantagem no topo da tabela; alvirrubros seguem na lanterna

América-MG quebra série positiva do Náutico e dispara na liderança
Foto: Mourão Panda/América-MG
América-MG
1 0
Náutico
América-MG: João Ricardo; Juninho, Rafael Lima, Messias e Giovanni; Ernandes, Zé Ricardo, Matheusinho, Renan Oliveira (Hugo Cabral, min. 76) e Luan; Hugo Almeida (Willian, min. 85). Técnico: Enderson Moreira
Náutico: Jefferson; Breno Calixto, Aislan e Feliphe Gabriel; David (Leílson, min. 79), Amaral, Bruno Mota (Willian Schuster, min. 83), Diego Miranda (Iago, intervalo) e Manoel; Erick e Gilmar. Técnico: Roberto Fernandes
Placar: 1-0, min. 39, Hugo Almeida
ÁRBITRO: Rodolpho Toski Marques (PR). Cartões amarelos: Giovanni (min. 45+1) e Willian Schuster (min. 92)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 20ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2017, disputada no Independência, em Belo Horizonte, em Minas Gerais

Vivendo boa fase, o América-MG demonstrou estar bem na Série B do Campeonato Brasileiro 2017. Na noite desta sexta-feira (11), em jogo pela 20ª rodada no Independência, não deu possibilidades ao Náutico de vencer e levou a melhor por 1 a 0, com gol único do atacante Hugo Almeida, marcado ainda durante o primeiro tempo.

Agora o melhor mandante, o Coelho volta a disparar na liderança com 39 pontos, abrindo quatro de vantagem para o Vila Nova, mas vendo o Internacional podendo encostar novamente, pois enfrenta o Londrina nesse sábado (12) à tarde. O Timbu, por sua vez, permanece isolado na lanterna e com 14 pontos ganhos, dois abaixo do ABC, atualmente em penúltimo lugar.

Os times voltam a jogar, pela 21ª rodada da Segundona, nessa próxima semana. Os mineiros irão até Goiânia medir forças diante do Goiás no Olímpico, às 21h30, na sexta-feira (18), já os pernambucanos jogam na terça-feira (15), no mesmo horário, diante do Figueirense na Arena de Pernambuco.

Coelho é mais eficaz e sai em vantagem

Em confronto de extremos na tabela, América-MG e Náutico iniciaram com muito equilíbrio e poucos lances ofensivos. Buscando aproveitar o incentivo da torcida, o Coelho foi mais incisivo no começo e poderia ter aberto o placar antes dos 15 minutos. Renan Oliveira tabelou bem com Luan e caiu na área pedindo pênalti ao trombar com Breno Calixto, no entanto a arbitragem - incorretamente - nada marcou.

Apostando no contra-ataque, devido a superioridade do adversário, os pernambucanos tentaram mostrar que estavam vivos na partida. Após arrancar em velocidade, Gilmar serviu Erick na direita, que limpou seu marcador ao puxar para a perna esquerda e mandou na rede no lado de fora, sem levar perigo.

Coelho é mais eficaz nas finalizações e sai em vantagem no intervalo (Foto: Mourão Panda/América-MG)

Tranquilos com a bola no pé, os americanos seguiram trabalhando em busca do primeiro gol, mas não eram efetivos na conclusão dos lances. Um deles foi quando Ernandes recebeu pela esquerda, levantou fraco e Giovanni, que passou pelo Timbu em 2017, cabeceou também sem força e facilitou a defesa de Jefferson.

No minuto seguinte, entretanto, demonstraram qualidade na criação e saíram à frente no Independência, para delírio do público presente ao estádio. Giovanni invadiu a área ao trocar passes com Luan e deixou a bola na medida para Hugo Almeida, que surgiu em liberdade e teve o trabalho apenas de estufar o barbante.

Americanos valorizam e saem vitoriosos

Focado em somente se defender, o Náutico retornou modificado para o segundo tempo do embate, já que uma vitória o tiraria da lanterna e ampliaria sua boa fase. O meia Diego Miranda, que pouco acrescentou na armação dos lances, saiu de campo para entrada do atacante Iago. No primeiro minuto, Erick cruzou na direção de Gilmar, que não soube aproveitar a falha da zaga americana e bateu travado.

Assim como na etapa inicial, o confronto seguiu bastante truncado e as equipes criando pouco na frente. Mesmo assim, o Timbu assustou. De maneira surpreendente, Manoel evitou a saída da bola na lateral, tirou da marcação e tentou levantar na pequena área. A bola, entretanto, foi em direção à meta e João Ricardo afastou com a ponta dos dedos.

Americanos valorizam vantagem e saem vitoriosos em seus domínios (Foto: Mourão Panda/América-MG)
Americanos valorizam vantagem e saem vitoriosos em seus domínios (Foto: Mourão Panda/América-MG)

Do meio para o fim, os treinadores aproveitaram o cansaço dos atletas e realizaram algumas mudanças tentando também mudar o panorama da partida. Tirando proveito da vantagem no marcador, o América teve a chance de ampliar, mas a arbitragem interveio. Matheusinho deu um lançamento preciso para Hugo Almeida, que completou para o gol, no entanto estava impedido.

Nos minutos finais, os times lutaram bastante pelo objetivo, contudo a criatividade não foi apresentada por ambos os lados. Coube aos donos da casa valorizar o que já haviam construído nos 45 minutos iniciais, já os alvirrubros tiveram que tentar o empate, porém não foram incisivos e o placar seguiu favorável aos alviverdes.


Share on Facebook