América-MG vence ABC, iguala pontuação do líder Inter e se aproxima do acesso a Série A

Com gols de Giovanni e Rafael Lima, Coelho derrota lanterna e aumenta vantagem para confirmar retorno à Primeira Divisão

América-MG vence ABC, iguala pontuação do líder Inter e se aproxima do acesso a Série A
Foto: Divulgação/América-MG
América-MG
2 0
ABC
América-MG: Fernando Leal, Norberto, Rafael Lima, Roger e Giovanni (Pará); Ernandes, Juninho, Ruy (Renan Oliveira), Felipe Amorim e Gerson Magrão; Bill (Edno). Técnico: Enderson Moreira.
ABC: Edson, Ares, Tonhão, Danrlei e Daniel; Anderson Pedra (Jardel), Guedes, Erivelton (Dalberto) e Berguinho; Matheus (Lucas Coelho) e Fessin. Tecnico: Ranielle Ribeiro.
Placar: 1-0, min. 23, Giovanni. 2-0, min. 71, Rafael Lima.
ÁRBITRO: Rodrigo Alonso Ferreira (SC), Auxiliares: Carlos Berkenbrock e Alex dos Santos, ambos de Santa Catarina.
INCIDENCIAS: 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Partida disputada no Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG). Público: 5.950 pagantes. Renda: R$ 16.731,00

A contagem regressiva do América-MG para retornar a Série A do Campeonato Brasileiro está mais próxima de seu ponto derradeiro. Jogando no Independência, o Coelho derrotou o ABC por 2 a 0, e somou mais três pontos precisos para o acesso a elite. O gols foram marcados por Giovanni e Rafael Lima, um em cada tempo.

Com o resultado, o América-MG chegou aos 63 pontos, se manteve na vice-liderança da Série B, mas empatado na pontuação com o líder Internacional. Já o ABC segue na lanterna com 28 pontos, e praticamente cravou seu rebaixamento a Série C do Brasileiro.

Na próxima rodada, o América vai até Florianópolis encarar o Figueirense, sábado (11), às 17h30. O ABC, praticamente rebaixado, enfrenta o Criciúma na sexta-feira (10), às 21h30. Jogos no horário de Brasília.

Pressão inicial faz Coelho abrir o placar e comandar o jogo

O técnico Enderson Moreira teve como grande novidade a entrada do zagueiro Roger na vaga do suspenso Messias. O jovem, outrora confundido com outro defensor, David Luiz, por conta da cabeleira, fez sua estreia na temporada.

Nos primeiros minutos, o América mostrou sua força ofensiva. Sempre aberto pelos lados, o Coelho chegava com velocidade e envolvia a defesa do ABC. Apesar do amplo domínio inicial, a equipe americana não finalizava a gol. Por sua vez, o time de Natal era ineficiente pouco ficava com a posse de bola.

Após o ímpeto inicial do América, o jogo caiu de produção. O América passou a administrar mais a posse de bola. O time de Natal ensaiou uma marcação mais adiantada, mas faltava qualidade ao alvinegro. O Coelho era soberano na partida, e este domínio teve efeito aos 23 minutos.

Após escanteio batido curto para trás, o cruzamento de Noberto encontrou a cabeça de Giovanni. O jogador apareceu na grande área e acertou uma bela cabeçada. A bola tocou na trave antes de entrar. América, 1 a 0.

No decorrer do primeiro tempo, a partida seguiu sem grandes emoções devido a pouca qualidade técnica do ABC, e a facilidade do setor de marcação americana. O América sempre levava perigo, mas faltava definir com mais acerto.

América complementa o placar e confirma vitoria

O segundo tempo começou da mesma forma que terminou a etapa inicial. O América realizou uma marcação próxima, e tentava sair nos contra-ataques para pegar a defesa do ABC desarrumada. O time de Natal seguia esbarrando na falta de qualidade de seus jogadores.

A primeira finalização do segundo tempo foi do ABC. Erivelton puxou o contra-ataque, levou a bola para a perna esquerda, e arrematou, mas para a linha de fundo. Já América tentava no erro adversário, mas era ineficiente em suas investidas.

Após um período de pressa tímida por parte do ABC, o América chegou ao segundo gol com o zagueiro Rafael Lima. No escanteio batido por Gerson Magrão, a bola chegou ao camisa 3 que mandou para as redes. Era o gol da tranquilidade.

Com o gol, o América retornou a pressão exercida nos primeiros minutos da partida. A equipe passou  a frequentar mais o ataque e criar possibilidades de gol. Aos 31 minutos, Renan Oliveira cruzou na grande área e Edno escorou para a boa defesa de Edson.

Na reta final da partida, o América seguiu dominando o ABC, trocando passes e fazendo a festa do torcedor americano. Aos 43, Felipe Amorim recebeu belo passe de Gerson Magrão e finalizou em cima de Edson. Nas arquibancadas, o torcedor fez a festa, e vê a hora de comemorar o acesso cada vez mais perto de chegar.