Equilíbrio na defesa: América-MG mescla experiência e juventude em zaga ao longo de 2017

Durante a campanha que pode render o título a Coelho, Messias e Rafael Lima deram segurança e estabilidade ao time

Equilíbrio na defesa: América-MG mescla experiência e juventude em zaga ao longo de 2017
Fotomontagem: Isabelly Morais/VAVEL Brasil

Um dos pilares do América-MG nesta edição da Série B do Campeonato Brasileiro foi o sistema defensivo do time. A defesa do Coelho auxiliou e muito o grupo, que pode levantar o troféu da segunda divisão neste sábado (25), caso vença o CRB, às 17h30, no Independência. A equipe tem o melhor aproveitamento nesse setor considerando as duas primeiras divisões: tomou apenas 25 gols. 

O técnico Enderson Moreira afirmou, quando chegou ao time americano, que tinha o objetivo de construir um time-base para mudar apenas algumas peças quando necessário. Nesta temporada, ele tem conseguido manter este objetivo. E conseguiu num dos setores fundamentais do time: a defesa. Ele colocou juntos o jovem Messias e o já rodado Rafael Lima, como dupla titular na maioria dos jogos.

Enderson conseguiu fazer um ótimo trabalho na defesa americana (Foto: Divulgação/ América-MG)
Enderson conseguiu fazer um ótimo trabalho na defesa americana (Foto: Divulgação/ América-MG)

“É mérito dos dois que não estão dando brechas para ninguém. Além de jogar bem, não têm cartão amarelo, expulsão, lesão. Trouxemos alguns atletas muito importantes como Lima, Roger e Renato Justi, mas eles não estão tendo muitas oportunidades em virtude da consistência que esses dois tem dado para o miolo defensivo”, disse o comandante, na oportunidade.

Experiência e juventude: a combinação do sucesso

O experiente Rafael Lima chegou ao América-MG para a temporada 2017 como um dos maiores reforços para a temporada. Zagueiro rodado, vindo da Chapecoense, agregou mais experiência ao setor defensivo, que no final do ano de 2016 era composto, em sua maioria, por jogadores vindos da base. Disciplinado, apesar de jogar em uma das posições que mais exigem contato físico entre jogadores, o zagueiro não ficou muitas vezes fora por cartões ou suspenções.

Enquanto Rafael Lima está em seu oitavo clube, Messias subiu ao profissional do América-MG há apenas dois anos. O zagueiro foi um dos principais destaques da equipe americana no Campeonato Mineiro e com isso assumiu a condição de titular e manteve excelente regularidade técnica e física nos jogos. Seu desempenho convenceu a todos no clube e na torcida. Messias, que chegou a ser especulado para reforçar o campeão da primeira divisão, o Corinthians, sempre agradeceu as oportunidades dada por Enderson Moreira.

“Eles nos passou que qualquer um que ele coloque, ele confia. Não tem problema nenhum de idade e trajetória no futebol. Com certeza, independente de ser eu, Rafael Lima, Renato ou Roger, todos temos qualidade para vestir a camisa do América”, disse em uma entrevista pós-jogo.

No profissional há dois anos, Messias é um dos destaques do time (Foto: Panda Mourão/América-MG)
No profissional há dois anos, Messias é um dos destaques do time (Foto: Panda Mourão/América-MG)

Companheiros, amigos e campeões

A união entre experiência e um jovem zagueiro deu muito certo dentro e fora de campo. Rafael não poupou elogios ao companheiro e cravou que ele ainda irá jogar em clubes europeus.“Ele é um garoto que, na minha opinião, fatalmente vai jogar em clubes da Europa, porque tem muita qualidade, muito força para sua posição", disse.

"É um menino que quer aprender, a gente passa um pouquinho pelo que a gente passou, aquilo que vivemos no futebol até agora, mas ele também passa muitas coisas boas. É um menino que, apesar da pouca idade, já tem boa experiência para estar jogando profissionalmente e com certeza a gente vai procurar fazer grandes jogos. Ele com certeza vem dando uma boa contribuição para o América”, afirmou o experiente zagueiro sobre seu companheiro.

Rodado, Rafael ao lado de Messias, foi destaque no time do Coelho (Foto: Panda Mourão/América-MG)
Rodado, Rafael ao lado de Messias, foi destaque no time do Coelho (Foto: Panda Mourão/América-MG)

Esse entrosamento rendeu um alto nível de atuações na Série B do Campeonato Brasileiro, fazendo do América-MG a melhor defesa do campeonato. Para se ter uma ideia da eficiência, até a 15ª rodada da competição, o sistema defensivo do Coelho tinha sido vazado apenas oito vezes nos 15 confrontos pela segunda divisão nacional, com média de 0,53 gol por jogo no torneio. 

"O Messias é muito forte, muito vigoroso e joga com um atleta muito experiente. O que falta para ele em termos de experiência, o Rafael tem conseguido passar para ele. O que falta de velocidade ao Rafael, o Messias tem de sobra. Acho que é esse entrosamento, esse encaixe, que não é fácil de encontrar. Você vê várias equipes com dificuldade de encaixe. Não é fácil, mas aconteceu, e a gente fica feliz, porque tem dado um ótimo resultado", destacou Enderson. 

O América-MG é líder, com dois pontos de vantagem para cima do Internacional (70 a 68). Enquanto o Coelho vai enfrentar o CRB no Independência, o time colorado vai receber o Guarani, também às 17h30. Um triunfo americano e/ou um tropeço do Inter já mandam o título para Minas. Em casa vitória da equipe gaúcha, o time alviverde passa a ter a obrigação de vencer.