Enderson agradece serviços de Bill e comemora atuações de reforços em vitória do América

Coelho venceu o Galo Carijó no Horto com gols de Aylon e Capixaba; Torcida se despediu de Bill, que jogará no futebol da Tailândia

Enderson agradece serviços de Bill e comemora atuações de reforços em vitória do América
Enderson Moreira durante coletiva (Foto: Divulgação/América)

O desgaste físico é sempre presente no início de temporada e é neste momento que o treinador precisa girar o elenco. Enderson Moreira fez três mudanças no time titular com relação a última partida, e viu o bom entrosamento ajudar o América a vencer um recuado e defensivo Tupi por 2 a 0, na última quarta-feira, no Independência. O treinador reconheceu os méritos da vitória alviverde mesmo após as mudanças.

“ A gente está enfrentando adversários com esse perfil de vir jogar no independência às vezes com as linhas muito baixas, muito atrás, mas hoje, acho que a gente encontrou muito jogo, dando quase que nenhuma oportunidade para o Tupi e isso pra mim é o importante. A gente criou boas jogadas, chegamos muitas vezes ali no fundo para poder dar esse último passe, então assim, acho que foi uma vitória mais que merecida. É claro que do outro lado tem organização. O Alexandre Barroso é um treinador muito inteligente, montou sua estratégia, mas acho que o América buscou o gol desde o início até o final e foi o merecedor do resultado", declarou.

Uma das mudanças que Enderson Moreira realizou foi no ataque: Rafael Moura entrou no lugar de Bill. Poderia ser uma alteração considerada normal, já que os dois eram os centroavantes da equipe. Porém, o atacante que foi dono da camisa 9 na temporada de 2017 não estava nem mesmo no banco de reservas.

O motivo: Bill não faz mais parte do elenco americano. O jogador, que tinha contrato com o América até o fim de maio de 2018, se transferiu para uma equipe da Tailândia, após realizar 32 jogos e nove gols pelo Coelho. Enderson agradeceu a contribuição que o atacante deu ao time na temporada vitoriosa de 2017.

“O Bill conversou comigo a um tempo atrás dizendo que havia recebido uma proposta, e eu disse a ele para continuarmos tocando e que se acontecesse alguma coisa, a gente via o que fazer. Então o bill ontem, depois do treinamento selou essa saída dele. Ele ficou muito emocionado, e a gente agradece muito ao Bill por tudo o que ele fez. Ele foi buscar um outro caminho e a gente agradece muito, porque é um jogador, um atleta, uma pessoa que nos ajudou muito no ano passado, foi muito firme, muito competitivo, se desgastou muito ali na frente. A gente começava marcando com ele. Com certeza um jogador que nos ajudou muito durante toda a temporada”, afirmou.

Com Bill deixando o clube, quem brilhou no Horto foram os reforços para o ataque americano nesta temporada. Aylon e Capixaba marcaram os gols da vitória americana e que, consequentemente, deixaram o Tupi em uma situação ainda pior: três jogos e três derrotas.

“O Aylon é um jogador que eu já sabia do seu potencial. Além de ser um jogador que pode jogar pelo ar, ele pode também jogar por dentro. Acho que a turma que chegou está começando a entender um pouquinho qual é a nossa proposta. Aos poucos eles vão encaixando e as coisas vão acontecer em uma maneira bem natural”, declarou o treinador a respeito das boas atuações dos recém chegados ao time.