Pratto minimiza ausências de Júnior Urso e Rafael Carioca na ‘decisão’ contra São Paulo

Volantes estão suspensos devido ao terceiro cartão amarelo e não jogam na próxima quarta-feira (18); Robinho ainda é dúvida

Pratto minimiza ausências de Júnior Urso e Rafael Carioca na ‘decisão’ contra São Paulo
Pratto afirma que Galo tem totais condições de avançar às semifinais da Libertadores (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

O Atlético-MG não terá os volantes Júnior Urso e Rafael Carioca para a ‘decisão’ diante do São Paulo, na próxima quarta-feira (18), no Independência, pela partida de volta da Copa Libertadores da América. Eles receberam o terceiro cartão amarelo no jogo de ida, no Morumbi. A lista de ausências ainda pode aumentar: o atacante Robinho, que deixou o jogo da última quarta-feira (11) reclamando de dores na coxa esquerda, fará exames médicos nesta sexta-feira (13) para saber se terá condições de atuar.

O armador Dátolo, com um estiramento muscular na coxa esquerda e sem data de retorno aos gramados, segue fora. Já o lateral-direito Carlos César, que sofreu uma pancada na região do estomago no último domingo (8) durante a decisão do Campeonato Mineiro contra o América-MG, é outra possível ausência.

Porém, mesmo diante de vários desfalques, o atacante Lucas Pratto está confiante que o Atlético irá reverter a vantagem do São Paulo, que venceu no Morumbi por 1 a 0. O centroavante argentino acredita que há jogadores no elenco alvinegro capazes de substituir à altura os volantes Júnior Urso e Rafael Carioca.

Se jogarmos como a gente jogou no Morumbi, creio que podemos virar. Temos confiança que vamos lutar e trabalhar para isso. Estou convencido disso. Urso e Carioca são muito importantes para o time. São titulares. É normal que a gente sinta falta deles. Mas temos grandes jogadores que podem substituí-los. Temos o Lucas Cândido, o Donizete. O resultado não foi como esperávamos, mas estamos convencidos de que podemos conseguir o resultado aqui”, garantiu.

Pratto ressalta também que o embate contra o São Paulo, na próxima quarta-feira, será um divisor de águas para o Atlético. “Todo mundo sabe que é o jogo que vai marcar o ano, que vai definir o que teremos para o restante do ano”, pontuou.

Antes da decisão contra o Tricolor, porém, o Atlético terá um compromisso com outro time paulista, o Santos, na estreia do Campeonato Brasileiro 2016. A partida ocorrerá neste sábado (14), às 18h30, na Arena Independência, em Belo Horizonte/MG. O treinador Diego Aguirre mandará a campo uma equipe reserva.