Com time reserva, Atlético-MG recebe embalado Santos no Independência

Mineiros receberão equipe motivada pelo título do Campeonato Paulista

Com time reserva, Atlético-MG recebe embalado Santos no Independência
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG
Atlético-MG
Santos
Atlético-MG: Uilson; Gabriel, Tiago, Edcarlos e Carlos César; Eduardo, Lucas Cândido, Cazares e Carlos Eduardo; Hyuri e Clayton. Técnico: Diego Aguirre
Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato, Ronaldo Mendes e Vitor Bueno; Paulinho e Gabriel. Técnico: Dorival Júnior
ÁRBITRO: Jailson Macedo Freitas (BA). Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA).
INCIDENCIAS: Primeira rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol 2016. Partida será disputada no Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG) às 18h30.

Na volta do Campeonato Brasileiro a rotina do futebol do Brasil, um dos principais jogos da primeira rodada acontecerá neste sábado, às 18h30. No Independência, Atlético-MG e Santos jogam buscando estrear com uma boa vitória. 

Em campo, estarão nove taças do Campeonato Brasileiro, a julgar pela unificação do Brasileirão com a Taça Brasil e o torneio Roberto Gomes Pedrosa. Oito títulos pertencem ao Santos e um troféu está na sala de troféus do Atlético-MG. Além dos títulos, o Galo cinco vice-campeonatos (1977, 1980, 1999, 2012 e 2015), e o Peixe acumula seis (1959, 1966, 1995, 2003 e 2007).

O Atlético-MG entra no Brasileirão emparelhado com a disputa da Copa Libertadores da América. Forte candidato ao bicampeonato do torneio, o Galo aposta suas fichas na competição internacional e, por hora, deve tratar o Campeonato Brasileiro de forma secundária até que se defina o destino do clube mineiro na competição promovida pela Conmebol. O alvinegro foi vice-campeão Mineiro na última semana ao perder para o América-MG.

Já o Santos disputa a Copa do Brasil simultaneamente com o Brasileirão. O Peixe foi campeão paulista ao vencer o Audax na Vila Belmiro. O time, que novamente deverá ofertar promessas que poderão virar realidade no futebol brasileiro, traz consigo a experiência de não repetir o que fez em 2015. Abandonar o nacional para tentar o título da Copa do Brasil.

O resultado foi perda do torneio para o Palmeiras, bem como a perda da chance de voltar a disputar a Libertadores por intermédio do maior campeonato de futebol do país. 

Pensando na Libertadores, Diego Aguirre empregará time reserva

Embora candidato ao título da Libertadores, o momento do Atlético-MG não é dos melhores. A equipe perdeu a primeira partida das quartas de final para o São Paulo por 1 a 0 e decidirá sua vida no Mineirão, na próxima quarta-feira. Até lá, o técnico Diego Aguirre sinalizou time reserva para encarar o Santos na noite de hoje.

As grandes novidades do técnico atleticano estarão no setor de criação. O meia Carlos Eduardo, contratado recentemente junto ao Rubin Kazan-RUS no mês de abril, fará sua estreia com a camisa do Atlético após um período entregue ao departamento médico. O jogador não escondeu sua ansiedade para jogar.

"Todo mundo sabe que o Campeonato Brasileiro é muito grande, é o principal e eu estou treinando forte. Vinha treinando junto à preparação física para chegar num bom nível e estar preparado para esta estreia. Então, a ansiedade é claro que aumenta, mesmo sabendo o jogador que sou, joguei em vários clubes do mundo. Existe a ansiedade, mas estou tranquilo com a estreia", declarou.

A outra novidade é a volta do meia Cazares ao time titular. A última vez que entrou em campo foi contra o América, pela primeira partida da final do Campeonato Mineiro há duas semanas. De lá para cá, foi barrado pelo técnico Diego Aguirre e sequer chegou a ficar no banco de reservas contra o São Paulo. Várias afirmações sobre a vida pessoal vieram a tona, mas todas foram desmentidas. O meia, contratado como grande jogador, terá nova chance de provar tudo o que se espera dele. 

Com desfalques importantes, Santos vai ao jogo com titulares

O técnico Dorival Júnior, que já passou pelo Atlético-MG entre 2010 e 2011, terá desfalques importantes para encarar o Galo no Independência. O meia Lucas Lima está com um estiramento no tornozelo direito, e Ricardo Oliveira tem uma tendinite no joelho direito. Os dois jogadores realizaram trabalhos de fisioterapia durante a semana, mas não reuniram condições de entrar em campo. 

Para o lugar dos dois jogadores, o técnico Dorival Júnior deve promover as entradas de Ronaldo Mendes e Paulinho. Outros jogadores também não vão participar da partida, como o atacante Joel, além de Léo Cittadini, Paulo Ricardo e Patito Rodriguez, que estão entregues ao departamento médico. 

O técnico Dorival Júnior destacou sua preocupação com o Atlético e admitiu cuidado ao preparar o Santos para encarar o alvinegro no Independência.

"Acho que a qualificação da equipe do Atlético não altera muito. Já tive uma experiência muito amarga com o time B do Atlético, contra o Palmeiras, no Pacaembu, em uma noite terrível. Prefiro ter todo o cuidado possível e preparar o Santos da melhor forma. É um compromisso muito difícil. Até porque estarão reforçados de alguns jogadores que não jogarão a segunda partida da Libertadores e outros que estavam de fora e estarão voltando, como é o Cazares", declarou ao programa Seleção SporTV