Marcelo Oliveira exalta boa atuação do Atlético-MG, mas alerta para erros nos contra-ataques

Treinador atleticano esteve perto de vencer a primeira partida como treinador do Galo, mas o alvinegro cedeu empate para o Vitória na reta final da partida

Marcelo Oliveira exalta boa atuação do Atlético-MG, mas alerta para erros nos contra-ataques
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

O Atlético-MG segue sem vencer sob o comando de Marcelo Oliveira. Após sair à frente no marcador, com gol de Patric, o Galo acabou cedendo o empate para o Vitória, que anotou com Kieza, e terminando a partida trazendo um ponto para Belo Horizonte. 

O técnico Marcelo Oliveira, que novamente montou o time titular em cima dos desfalques que o elenco oferece, disse que faltou um pouco de atenção por parte dos jogadores e um melhor aproveitamento dos contra-ataques.

"Apesar das dificuldades do jogo, vocês vão ver que todos os times que vieram aqui sofrerão dificuldades. O time do Vitória é bem armado. Pelo fato de ter feito o gol antes e segurado a partida até os 35 minutos do segundo tempo, acho que faltou um pouco mais atenção para levar o jogo até o final e aproveitar melhor os contra-ataques. Eles saíram pra cima, melhoraram o jogo, impuseram uma condição de jogo diferente, tivemos que recuar para tentar os ataques. Os contra-ataques apareceram, mas a gente não aproveitou bem mais uma vez, muitas finalizações e aproveitamos mal. O Vitória teve suas chances, e achei que foi um jogo aberto", declarou. 

Sobre a montagem da equipe, o técnico Marcelo Oliveira se mostrou otimista quanto ao elenco, relatando que conhecerá os jogadores dentro do campo e os jovens jogadores. 

"A gente vai conhecendo os jogadores dentro do campo. Alguns jovens, outros que não vinham jogando. Eu gostei da entrega e da disposição em cumprir uma estratégia tática. Os jogadores se colocaram bem no primeiro tempo, mesmo que com alguns erros, mas chegaram em condições de marcar gols. Estava bem armado, mas desorganizou um pouco, e demos espaço ao adversário. O Pablo me agradou, que não conhecia, principalmente no primeiro tempo, e depois deu espaço no setor depois que o Dagoberto entrou. A gente reforçou ali, de certa forma deu certo, mas erramos um pouco de passe. Estamos conhecendo o Carlos, o Hyuri, não foi o ideal, podemos mais com esses jogadores e acredito que alguns jogadores possam aparecer durante a semana", explicou.

O técnico Marcelo Oliveira terá pouco tempo para trabalhar o time. O Atlético-MG volta a campo na próxima quarta-feira (1º), contra o Fluminense, no Independência, pela quinta rodada do Brasileirão.