Contestado na zaga do Atlético-MG, Edcarlos tem lesão constatada e para por tempo indeterminado

Defensor se lesionou na partida contra o Vitória, no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro

Contestado na zaga do Atlético-MG, Edcarlos tem lesão constatada e para por tempo indeterminado
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Como se não bastasse alguns jogadores titulares no departamento médico, o técnico Marcelo Oliveira perde também os suplentes. A bola da vez é o zagueiro Edcarlos. O jogador teve constatado nesta terça-feira (31) um estiramento na região posterior da coxa direita, além de ter sofrido um pancada no joelho na partida contra o Vitória. 

"Não tinha como ser substituído, então, fui para a frente atuar no ataque. Senti uma fisgada na parte posterior da coxa. Vou fazer exames nesta segunda e torcer para não perder o jogo de quarta", explicou o defensor, em entrevista à Rádio Itatiaia após a partida contra o Vitória.

Sem os titulares Leonardo Silva, no departamento médico, e Erazo, servindo a Seleção do Equador na Copa América Centenário, os reservas Tiago e Edcarlos ocuparam a vaga. Sem Edcarlos, o mais provável é que Gabriel, jogador formado nas categorias de base do clube, e que já teve oportunidades com o técnico Diego Aguirre, ocupe a posição no setor defensivo.

Gabriel deve ganhar chance entre os titulares (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

O zagueiro, de 21 anos, que atuou improvisado na lateral-direita diante do Santos, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, sabe da responsabilidade que carrega, mas quer se espelhar nos passos dados por Jemerson.

"Espero, se Deus quiser, trilhar o mesmo caminho do Jemerson. Ele merece todo o sucesso que está vivendo. Um cara batalhador. Muito humilde. Espero dar o meu melhor e aproveitar a chance da melhor maneira possível", declarou.

Nesta quarta-feira (1º), Gabriel terá pela frente o atacante Fred, do Fluminense, a partir das 21h45, no Independência, em jogo válido pela quinta rodada do Brasileirão.