Buscando melhor forma física, Maicosuel visa títulos em retorno ao Atlético-MG: “Voltei para isso”

Meia admite não estar 100% fisicamente, mas se coloca à disposição de Marcelo Oliveira para jogo contra Flamengo

Buscando melhor forma física, Maicosuel visa títulos em retorno ao Atlético-MG: “Voltei para isso”
Maicosuel posa para selfie com torcedores atleticanos, na Cidade do Galo (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Depois de um ano emprestado ao Al-Sharjah, dos Emirados Árabes, o meia Maicosuel retornou ao Atlético-MG exalando confiança. O jogador que antes de ser emprestado ajudou o Galo a vencer Campeonato Mineiro (2015), Copa do Brasil (2014) e Recopa Sul-Americana (2014), projeta novas conquistas neste ano com a camisa alvinegra.

Voltei para isso, quero ajudar o Galo a conseguir títulos. Quero deixar meu nome gravado na história de um grande clube que é o Atlético. Quero voltar melhor do que quando saí para poder ajudar o Atlético”, disse o ‘Mago’.

Maicosuel teve seu nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF nesta semana e, assim, está à disposição do técnico Marcelo Oliveira para o jogo de domingo (10) contra o Flamengo, em Brasília, pelo Campeonato Brasileiro. Apesar de estar treinando na Cidade do Galo desde a semana passada, quando retornou a Belo Horizonte/MG, o meia admitiu que não se encontra em sua melhor forma física. Mas, mesmo assim, se colocou à disposição do comandante para o duelo diante do Fla.

Estou trabalhando para tentar entrar em condição o mais rápido possível, treinando forte todos os dias, mas é preciso ter um pouco de calma porque fiquei muito tempo parado. Mas, se eu estiver à disposição, e o professor me convocar, vou para o jogo sem problemas”, acrescentou o jogador, que elogiou a força do plantel atleticano.

O grupo do Atlético é muito bom, muito forte, e me sinto um jogador de alto nível disputando posição com jogadores de alto nível. Então, tenho que estar bem porque a disputa vai ser muito boa. Vai ser dor de cabeça para o Marcelo”, avaliou o atleta.

Por fim, Maicosuel ressaltou que adquiriu bagagem com a experiência nos Emirados Árabes. “Foi bom como jogador e como homem também. Pude aprender outra cultura, um pouco de outra língua. O futebol lá está muito abaixo tecnicamente, mas eles são fortes fisicamente. Então, acho que lá tem um futuro bom. Financeiramente também foi bom, não posso mentir; acho que isso é o que atrai um jogador para ir aos Emirados, porque a cultura deles é muito diferente. Então, avalio que foi muito bom”, finalizou.