Rafael Carioca dedica convocação a avó e agradece 'ajuda' de Levir Culpi

Em alto nível desde o ano passado, volante comemora: “É uma recompensa por tudo que eu vinha fazendo aqui no Atlético-MG”

Rafael Carioca dedica convocação a avó e agradece 'ajuda' de Levir Culpi
Rafael Carioca treina na Cidade do Galo (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Rafael Carioca é só alegria depois de ser chamado por Tite para defender a Seleção Brasileira nos dois jogos válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, a ser disputada na Rússia. Em entrevista coletiva, na Cidade do Galo, o meio-campista do Atlético-MG dedicou a convocação a sua avó Hilda, que faleceu em 2010.

No momento eu pensei muito na minha vó, uma mulher que me ajudou muito, confiava muito em mim. Era realmente quem sabia quem eu era. Meus pais não me apoiavam tanto quanto ela. Minha vó não entendia nada de futebol, mas ela me compreendia. Agora ela estaria muito feliz”, disse.

Rafael Carioca também lembrou do seu ex-treinador no Galo, Levir Culpi, hoje no comando do Fluminense. “Queria agradecer ao Levir, que foi o principal que me ajudou no início na minha adaptação aqui no Atlético. Quero agradecer por todo esforço que o clube fez, por um jogador que não era muito conhecido”, gratificou-se o atleta, que está no Atlético desde 2014 e terminou a última temporada como um dos melhores volantes do Brasil.

A Seleção, hoje, é a maior premiação para o jogador que vem numa sequência boa e eu já vinha atuando bem há dois anos, sendo sempre regular. Então, é merecimento de todo mundo, da equipe que anda por trás desse trabalho. Tem muita gente por trás disso e agradeço a todos que me ajudaram”, agradeceu.

O Brasil encara o Equador, em Quito, às 18h do dia 1ª (quinta-feira) de setembro. Posteriormente, enfrenta a Colômbia na Arena da Amazônia, em Manaus, às 21h45 do dia 6 (terça-feira) do mesmo mês.