Luan enaltece Cazares e faz autocrítica após vitória contra Inter: "Entrei mal"

Meia-atacante diz que equatoriano é espetacular e reconhece má atuação depois de ter entrado no jogo

Luan enaltece Cazares e faz autocrítica após vitória contra Inter: "Entrei mal"
Luan admitiu que não jogou bem contra o Inter (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Recuperado de uma lesão muscular na coxa esquerda, o meia-atacante Luan entrou no segundo tempo do jogo contra o Internacional, vencido pelo Atlético-MG, por 2 a 1, na noite dessa quarta-feira (27), no Beira-Rio, pela jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil. Embora tenha fornecido a assistência para o gol da vitória, anotado por Lucas Pratto, o jogador fez uma autocrítica à sua performance.

Vou ser sincero, entrei mal hoje, com medo de escorregar. Optei por jogar com chuteira sem ser de trava e isso acabou atrapalhando um pouco”, reconhece Luan, que exaltou seu companheiro Cazares, arquiteto da jogada que culminou no gol de Pratto.

Depois que o Cazares entrou, me animei mais porque sabia que receberia a bola. Ele é espetacular, e o time todo está de parabéns, o Gabriel foi um fenômeno lá atrás, o Erazo... Agora, é descansar porque não tem nada decidido”, ressaltou.

Cazares foi o construtor da jogada que terminou em gol (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)
Cazares foi o construtor da jogada que terminou em gol
(Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Na jogada do segundo gol do Atlético, o zagueiro Gabriel deu um chutão para frente, Cazares dominou já tirando do marcador e avançou. O equatoriano passou para Luan e o ‘Menino Maluquinho’ deixou Pratto com o gol livre, para marcar e deixar o time alvinegro em vantagem pela vaga na final da Copa do Brasil.

Agora, o Atlético muda a chave e começa a pensar no “jogo de seis pontos” contra o Flamengo, no sábado (29), pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Galo está em terceiro na tabela, enquanto o Fla é o vice-líder. A diferença entre os dois times é de dois pontos – 61 contra 59. A partida ocorre no Mineirão, às 16h30 (de Brasília).

É um clássico, jogo que gosto de jogar, e espero que o Mineirão esteja lotado, o torcedor possa fazer uma festa e, dentro de campo, temos que lutar para vencer o Flamengo porque é o que nos interessa”, pontuou o camisa 27.