No Horto, Atlético-MG enfrenta Inter para carimbar ida à final da Copa do Brasil

Com promessa de casa cheia, Galo precisa apenas de um empate para avançar à decisão; Colorado necessita de vitória por dois ou mais gols de diferença

No Horto, Atlético-MG enfrenta Inter para carimbar ida à final da Copa do Brasil
Foto: Ricardo Duarte/Internacional
Atlético-MG
Internacional
Atlético-MG: Victor, Carlos César, Gabriel, Erazo, Fábio Santos; Leandro Donizete, Rafael Carioca (Júnior Urso); Cazares (Luan ou Clayton), Otero, Robinho; Pratto. Técnico: Marcelo Oliveira.
Internacional: Danilo Fernandes; Ceará, Alan Costa, Ernando, Artur; Rodrigo Dourado, Eduardo Henrique; William, Anderson, Valdívia; Aylon. Técnico: Celso Roth.
ÁRBITRO: Jailson Macedo Freitas (BA), auxiliado por Alessandro Rocha de Matos (Fifa/BA) e Bruno Raphael Pires (Fifa/GO).
INCIDENCIAS: Partida de volta da semifinal da Copa do Brasil, a ser realizada na Arena Independência, em Belo Horizonte/MG.

Na Arena Independência, em Belo Horizonte/MG, o Atlético-MG entra em campo contra o Internacional, nesta quarta-feira (2), para defender a vantagem obtida na semana passada, no Rio Grande do Sul/RS. O Galo venceu o Colorado por 2 a 1 e agora pode até perder no Horto por 1 a 0 que mesmo assim se classificará à final. A partida desta quarta é válida pelo jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil e ocorre às 21h45 (de Brasília).

O Atlético está totalmente determinado em chegar à final. Muito porque o time alvinegro praticamente deu adeus à possibilidade de título do Campeonato Brasileiro quando empatou com o Flamengo, no Mineirão, na última rodada. O Galo é quarto colocado, com 60 pontos – sete atrás do líder Palmeiras. Agora, a equipe mineira vira a chave e foca na Copa do Brasil.

Já o Inter vive uma situação oposta à do Galo. O time gaúcho empatou com o Santa Cruz, no Beira-Rio, no último sábado (29), e perdeu a chance de espantar o fantasma do rebaixamento. Com isso, a prioridade do Colorado segue sendo evitar o descenso à Série B do campeonato nacional. Mas nada que impeça o Inter de reverter no Independência o placar favorável ao Atlético se classificar à decisão.

Marcelo Oliveira não dá pistas sobre time que pega o Inter

O treinador do Atlético, Marcelo Oliveira, fez mistério no último treino antes do jogo desta quarta-feira à noite, realizado na tarde dessa terça-feira (1º), na Cidade do Galo. A atividade aconteceu a portões fechados e os jornalistas só tiveram acesso aos minutos iniciais do treino.

A dúvida que fica no ar é se Marcelo Oliveira entrará com Júnior Urso ou Rafael Carioca ao lado de Leandro Donizete na “volância”. Cazares, Clayton e Luan disputam vaga pelo setor direito na linha de três meias, no esquema 4-2-3-1. À frente, entra Lucas Pratto, que vive boa fase e vem dando conta do recado na Copa do Brasil.

Marcelo Oliveira relacionou 23 jogadores para o duelo. Fred, por já ter atuado na competição pelo Fluminense, não fica de fora. Já o meia-atacante Maicosuel, que treinou no início desta semana após se recuperar de uma lesão muscular, também não foi relacionado. O lateral-direito Marcos Rocha, o meia Dátolo e o atacante Carlos seguem no departamento médico.

Apesar da vantagem pela vitória na semana passada no Beira-Rio, o goleiro Victor avisa que a equipe atleticana não pode se acomodar e achar que o duelo vai ser mais fácil.

Conquistamos uma pequena vantagem, mas não podemos nos acomodar em cima dela. Temos que ir a campo na quarta-feira, diante do nosso torcedor, com a característica que a nossa equipe tem, que é de jogar para frente, propor o jogo e tentar ampliar a vantagem porque conquistar o resultado fora de casa, no primeiro jogo, pode se tornar uma armadilha”, ponderou.

Inter novamente com time misto

Devido à situação delicada do time no Campeonato Brasileiro – na 16ª posição, a dois pontos do Z-4 –, o técnico Celso Roth mandará a campo um time recheado de reservas. A equipe gaúcha contará apenas com cinco titulares: goleiro Danilo Fernandes, zagueiro Ernando, zagueiro/lateral Ceará, meio-campista Rodrigo Dourado e lateral/meia William.

Por sua vez, o zagueiro Paulão, o lateral-esquerdo Geferson, o meia Alex, e os atacantes Eduardo Sasha e Vitinho ficarão à disposição no campo.

O volante Anselmo, cujo já jogou a esta edição da Copa do Brasil pelo Joinville, nem sequer viajou para Belo Horizonte com a delegação colorada. Marcelo Lomba e Diego também não podem atuar, visto que já defenderam Bahia e Portuguesa, respectivamente, na competição.

O atacante Aylon está confirmado no ataque do Inter. Apesar de saber que a prioridade do time é não cair no Brasileirão, o jogador garante que o Colorado não vai facilitar a vida do Galo no Independência. Segundo o atleta, o Inter vai lutar até o fim pela qualificação à decisão.

A gente não veio até aqui [Belo Horizonte] à toa. Sabemos que jogar aqui é complicado, no Independência ainda, onde o Atlético é mais forte. Mas a gente vai jogar para cima deles, temos capacidade. Fizemos um grande primeiro jogo, infelizmente o resultado não veio, agora pode ser o contrário. A gente veio para a classificação”, afirmou.