Gols decisivos e convocações à Argentina: a ascensão de Lucas Pratto na reta final da temporada

Capitão do Atlético-MG, atacante balançou as redes em todas as fases eliminatórias da Copa do Brasil 2016 e vive bom momento na Seleção Argentina

Gols decisivos e convocações à Argentina: a ascensão de Lucas Pratto na reta final da temporada
Fotomontagem: Hugo Alves/Editoria de Artes da VAVEL Brasil

No Atlético-MG desde 2015, Lucas Pratto não demorou muito para conquistar a torcida alvinegra. Estereótipo pronto de ídolo da massa, o atacante argentino se destacou pela vontade, persistência e por não abandonar a folclórica garra dos hermanos nem quando comemora seus gols. De lá para cá foram 101 partidas e 40 gols do camisa 9 do Galo.

Em 2015, Pratto anotou 22 gols pelo Atlético, sendo 13 destes pelo Campeonato Brasileiro, ajudando o time a terminar a competição em segundo lugar. O jogador ainda anotou três tentos na Copa Libertadores do ano e foi às redes seis vezes na campanha vitoriosa no Campeonato Mineiro.

Já com o status de ídolo da torcida, Pratto iniciou seu segundo ano de Galo como grande nome no ataque, mas a contratação de Fred e Robinho, ainda no primeiro semestre de 2016, dividiram as atenções ao pelotão de frente alvinegro.

Pratto é sinônimo de raça para a torcida atleticana (Foto: Pedro Vilela/Getty Images)
Pratto é sinônimo de raça para a torcida atleticana (Foto: Pedro Vilela/Getty Images)

Definir entre Pratto e Fred para centroavante do time foi um desafio para o técnico Marcelo Oliveira. Desafio este que se tornou evidente nas escalações com os dois jogadores à disposição, ora Fred no centro e Pratto aberto na ponta, ora um dos dois no banco, a estratégia nunca foi clara ao longo da temporada. Mas não pode se dizer que não funcionou, já que o ataque atleticano é um dos mais efetivos do Campeonato Brasileiro.

O ano de Pratto também foi marcado por uma lesão na panturrilha que o tirou dos gramados entre maio e julho. Até aqui, no Campeonato Brasileiro, o argentino entrou em campo em 17 das 34 rodadas disputadas e marcou quatro vezes.

Copa do Brasil

Pratto assumiu a capitania do Atlético nos jogos da Copa do Brasil (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)
Pratto assumiu a capitania do Atlético nos jogos da Copa do Brasil (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Após seguidos deslizes na briga pelo título brasileiro, a Copa do Brasil que se tornou o grande objetivo do Galo na temporada. A competição foi apresentada a Lucas Pratto como o seu espaço para ser protagonista, e o argentino não fez por menos.

Por já haver participado da Copa do Brasil de 2016 vestindo a camisa do Fluminense, o atacante Fred não pode jogar pelo Atlético na competição. Assim, Pratto se tornou peça importante para o ataque do time.

Por ter participado da Copa Libertadores, o Galo ingressou na competição já na fase das oitavas de final. Com um desempenho questionável, a equipe mineira teve dificuldades ao eliminar a Ponte Preta (oitavas) pelo critério de gols marcados fora de casa, o Juventude nos pênaltis (quartas) e o Internacional (semi), com um gol a mais no saldo das duas partidas disputadas pelo Colorado com time misto.

Após marcar o gol da vitória contra o Inter, no Rio Grande do Sul, Pratto comemorou com o punho cerrado, celebração à lá Reinaldo, ídolo no Galo (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)
Após marcar o gol da vitória contra o Inter, no Rio Grande do Sul, Pratto comemorou com o punho cerrado, celebração à lá Reinaldo, ídolo no Galo (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Apesar da campanha atleticana não encher os olhos do torcedor e estar aquém do desempenho esperável pela qualidade do elenco alvinegro, Lucas Pratto vem acumulando boas atuações e dando esperanças na briga pelo título. O atacante esteve em campo nas seis partidas disputadas na competição, e anotou quatro gols e duas assistências. Pratto marcou dois dos três gols do Galo nos duelos contra o Inter, que asseguraram a vaga na final, a ser disputada nos dias 23 e 30 de novembro, contra o Grêmio.

Seleção Argentina

Pratto vem ganhando chances na Seleção Argentina de Edgardo Bauza (Foto: Douglas Magno/AFP)
Pratto vem ganhando chances na Seleção Argentina de Edgardo Bauza (Foto: Douglas Magno/AFP)

O tempo que Edgardo Bauza passou no Brasil quando treinou o São Paulo despertou a atenção do atual técnico da Seleção Argentina para o futebol de Lucas Pratto. Sob o comando de Bauza, o jogador de 28 anos foi convocado pela primeira vez para defender seu país. Pratto esteve em campo nas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa de 2018 em quatro oportunidades e marcou duas vezes.

Pratto e sua clássica comemoração após marcar contra a Colômbia (Foto: Juan Mabromata/AFP)
Pratto e sua clássica comemoração após marcar contra a Colômbia (Foto: Juan Mabromata/AFP)

Um dos dois gols anotados pelo atacante saiu na vitória por 3 a 0 sobre a Colômbia, realizada na última terça-feira (15), em San Juan, na Argentina, pela 12ª rodada das Eliminatórias. O jogador começou como titular, ao lado de Lionel Messi e Ángel Di María. No banco de reservas estavam ninguém menos que a estrela do Manchester City, Sergio Agüero, e o artilheiro da última edição da Serie A e um dos maiores goleadores da Europa na temporada passada, Gonzalo Higuaín.

A vitória aliviou a barra do time argentino após a derrota por 3 a 0 para o Brasil, na última rodada da competição, e o gol marcado por Pratto deve credenciá-lo a novas convocações. Agüero e Higuaín que se cuidem...