Rogério Micale destaca estudo na Europa se diz preparado para assumir Atlético-MG

Treinador faz sua estreia contra o Botafogo, no Rio de Janeiro, em partida decisiva pelas quartas de final da Copa do Brasil

Rogério Micale destaca estudo na Europa se diz preparado para assumir Atlético-MG
Daniel Nepomuceno apresenta o novo técnico atleticano (Foto: Bruno Cantini/ Atlético-MG)

A sequência de resultados negativos em casa e o mau desempenho do Atlético-MG derrubaram o técnico Roger Machado. O substituto no comando do time não é um estranho na Cidade do Galo. Rogério Micale trabalhou por mais de seis anos como treinador da equipe sub-20 do clube e volta à agremiação após uma passagem pelas categorias de base da Seleção Brasileira, com direito a ouro olímpico na Olimpíada Rio-2016.

Micale foi apresentado na tarde desta segunda-feira (24), no CT do clube, pelo presidente Daniel Nepomuceno e pelo diretor de futebol André Figueiredo. Ele tem como missão imediata comandar o time atleticano na partida decisiva contra o Botafogo, quarta-feira (26), no Rio de Janeiro, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. O treinador enfatizou seu passado no clube e afirmou acompanhar o futebol mineiro de perto.

“Me sinto em casa. Falei com os funcionários que é bom chegar num lugar e conhecer as pessoas. Sei o peso de vestir a camisa do Atlético, é um time muito grande. A expectativa é a maior possível. Eu sempre acompanho o futebol mineiro, tenho uma torcedora em casa, sempre vejo. Vi esse momento. Mas olho com muito otimismo”, disse.

O elenco alvinegro gerou grandes expectativas no início da temporada. A disputa pelo título brasileiro está praticamente fora dos objetivos de 2017. Ainda assim o time precisa de um súbito aumento de qualidade em seu desempenho se quiser continuar vivo na Copa do Brasil e na Copa Libertadores.

Para alcançar tais objetivos, Micale tem como missão defender a vantagem de 1 a 0 contra o Botafogo pela competição nacional e reverter dentro de casa a derrota por 1 a 0 para o Jorge Wilstermann no dia (9/8), em Belo Horizonte, pela competição sul-americana.

A falta de experiência à frente de times no futebol profissional foi motivo de desconfiança da torcida alvinegra em relação ao novo técnico do Galo. Questionado sobre o assunto, Micale aposta em seu comportamento estudioso para obter sucesso.

“Aqueles que gostariam da minha presença aqui, agradeço demais por confiar. Os que não acreditam tanto, também agradeço, pois vou trabalhar muito para conquistar a confiança deles. Passei nas categorias de base muito tempo da minha vida. É como a escola. Depois você tem que dar o próximo passo. Errei muito nas categorias de base e aprendi com eles. Veio a oportunidade e mostrei, como na Olimpíada. O início é difícil em qualquer área. Tenho uma história no clube, tenho títulos na base. Participei de todas as finais possíveis, em todos os torneios", afirmou.

"Tenho alguns requisitos para ter uma oportunidade maior. Me sinto preparado. Se vai dar certo, só o tempo vai dizer. Mas estou apto para essa chance. Estudei, me preparei, fui ver o que outros clubes da Europa fazem, outras seleções. Fiquei mais de 50 dias estudando a metodologia do futebol europeu. Fui um goleiro meia-boca e fui estudar, me preparei o máximo para essa chance. A vida é pautada de desafios. Esse é mais um, espero realizar tão bem, como realizei outros”, concluiu Micale.


Share on Facebook