Luz do Horto acaba, Atlético-MG vira sobre Grêmio e depende do Flamengo para ir à Libertadores

Com gols de Fred, Elias e dois tentos de Otero, Galo bate equipe sub-20 tricolor no sufoco

Luz do Horto acaba, Atlético-MG vira sobre Grêmio e depende do Flamengo para ir à Libertadores
Foto: Pedro Vilela/Getty Images
Atlético-MG
4 3
Grêmio
Atlético-MG: Victor, Bremer (Rafael Moura), Leonardo Silva, Gabriel, Fábio Santos, Adilson (Gustavo Blanco), Elias, Otero, Valdívia (Luan), Robinho e Fred
Grêmio: Bruno Grassi; Felipe, Ruan (Ericsson), Emanuel, Conrado; Balbino, Machado, Jean Pyerre (Matheuzinho), Lucas Poletto (Batista); Dionathã e Pepê
INCIDENCIAS: Partida válida pela 38ª rodada do Brasileirão, a ser disputada na Arena Independência.

O Atlético-MG recebeu o Grêmio na tarde deste domingo (3), na Arena Independência, e venceu por 4 a 3. Em jogo movimentado, Matheuzinho, Pepê e Jean Pyerre marcaram para os visitantes, e Fred, Elias e Otero, com dois tentos de falta, marcaram para a vitória alvinegra. A equipe da casa ainda perdeu Gustavo Blanco na segunda metade de jogo, que foi expulso, após falta em Pepê.

Recém-campeão da Copa Libertadores, o Imortal foi a Belo Horizonte com uma equipe alternativa. O Galo, por sua vez, precisava da vitória e uma série de combinação de resultados para conseguir a classificação para a próxima edição da Copa Libertadores.

Com o resultado, o Atlético termina o campeonato em nono lugar, com 54 pontos, e depende do título do Flamengo na Copa Sul-Americana para conseguir se classificar para a fase preliminar da competição sul-americana. Já o Grêmio termina o Brasileirão na quarta colocação, com 62 pontos somados.

Com chuva de gols na etapa inicial

Em busca da classificação para a Libertadores 2018, o Atlético-MG começou a partida pressionando a equipe gremista. Encarando uma equipe alternativa dos visitantes, o Galo tentava pressionar pelo lado esquerdo com Fábio Santos e Robinho liderando o ataque. 

O Grêmio tentava se segurar de qualquer forma e esperava a chance de sair em contra-ataque par avançar suas linhas ofensivas. Em uma das tentativas gremistas de sair para o ataque, o volante Machado perdeu a bola para Robinho, que cruzou para Fred e obrigou o goleiro Bruno Grassi a fazer grande defesa. 

No primeiro lance de contra-ataque, os visitantes desceram rápido com Conrado, que cruzou para Jean Pyerre e o meia gremista chutou para milagre de Victor. Na sequência, o Galo responde após tabelinha entre Robinho e Fred e o camisa 9 chuta no canto esquerdo de Bruno Grassi, que também fez grande defesa.

O Galo continuava com ritmo frenético no ataque. Aos 30 minutos de partida, Fred ajeitou para Elias que chutou forte e a bola explodiu no travessão. Dois minutos depois, Adilson cometeu falta em Jean Pyerre. Dionathã partiu para a cobrança, a bola desviou em Fábio Santos e Jean Pyerre abriu o placar no Horto.

Porém, a resposta alvinegra foi rápida. Elias tabelou com Fred e recebeu sem marcação, o volante empurrou a bola para os fundos das redes de Grassi, que nada pôde fazer. Já nos acréscimos, Robinho tentou a inversão, mas a bola tocou no árbitro, que armou o contra-ataque gremista e Pepê foi lançado sem marcação para fazer o segundo do Grêmio no Horto.

No lance seguinte, Fred sofreu falta próxima a entrada da área. O meio-campista Otero, em grande fase, cobrou com perfeição e empatou a partida novamente para o Atlético-MG.

Otero descola golaço e dá esperança ao Galo

Foto: Pedro Vilela/Getty Images
Foto: Pedro Vilela/Getty Images

O Galo voltou para a segunda metade da partida sem grandes mudanças. Adilson deu lugar a Gustavo Blanco, mas a mentalidade da equipe mineira não se alterou. O time da casa continuou pressionando, mas parava em Bruno Grassi.

Na primeira descida dos gremistas ao ataque, Pepê cruzou para Batista, que tocou para o fundo das redes de Victor. Na sequência, Robinho cruzou, a bola desviou na defesa visitante e Fred deixou tudo igual na Arena Independência.

No desespero, o técnico Oswaldo de Oliveira colocou Rafael Moura e o Atlético-MG passou a jogar com dois centroavantes. Apesar das tentativas, o time da casa não conseguia criar chances concretas de gol e ficou com um a menos após carrinho de Gustavo Blanco em Pepê.

Após a expulsão de Blanco, a luz acaba no Independência e o jogo é paralisado. Onze minutos depois, o jogo recomeçou com gol do Galo. O meio-campista Otero cobrou com mais uma falta com perfeição e fez o quarto tento alvinegro da partida. Depois de seis minutos de acréscimo, o árbitro sinalizou o fim de partida.