Sette Câmara é eleito novo presidente do Atlético-MG e garante Oswaldo para 2018

Mandatário confirmou a permanência do técnico, bem como a contratação de Alexandre Gallo para o cargo de diretor de futebol; Paulo Paixão assume como preparador físico

Sette Câmara é eleito novo presidente do Atlético-MG e garante Oswaldo para 2018
Câmara será o manda-chuva do Galo no próximo triênio (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Sem surpresas. Sérgio Sette Câmara foi eleito presidente do Atlético-MG, nesta segunda-feira (11). Dos 314 conselheiros, o mandatário recebeu 266 votos, enquanto que Fabiano Ferreira ficou com 41. O advogado comandará o clube nos próximos três anos – até 2020. 

Após o resultado, o novo presidente agradeceu a confiança dos conselheiros e pediu o empenho de diretores, funcionários e torcedores.

“A toda nossa gigantesca torcida, maior patrimônio do Clube Atlético Mineiro, agradeço todas as manifestações de apoio que tenho recebido e prometo entregar, ao nosso clube, toda a obstinação que sempre dediquei a tudo que me propus a fazer. Vai dar certo! Vencer, vencer, vencer, esse é o nosso ideal. Que Deus me ilumine”, declarou.

Sette Câmara confirmou a permanência do técnico Oswaldo de Oliveira para a próxima temporada, a contratação de Alexandre Gallo para o cargo de diretor de futebol, e Paulo Paixão como preparador físico.

“A comissão técnica terá o Paulo Paixão, que por anos foi da seleção brasileira, é o nosso preparador físico para o próximo ano, e o Oswaldo de Oliveira será o nosso técnico”, afirmou.

Em entrevista exclusiva à Rádio Super Notícia, o dirigente atleticano argumentou o motivo pela permanência do comandante carioca e a troca por Paulo.

"O Oswaldo permanece por merecimento, pelo que eu vi do trabalho dele estou satisfeito, ele tem condições de levar o clube para um grande trabalho. O Paulo entra em lugar de Carlinhos Neves, que estava cansado, quis deixar o clube para ficar com a família. Trouxemos um nome de peso", explicou.