Após consulta, Atlético-MG enfrenta concorrência de brasileiros para repatriar Walace

Retorno do jogador para o Brasil não fazia parte de seus planos iniciais; Hamburgo dificulta a negociação com as equipes brasileiras

Após consulta, Atlético-MG enfrenta concorrência de brasileiros para repatriar Walace
Walace foi titular em nove jogos do Hamburgo na temporada 2017/18 (Foto: TF-Images/Getty Images)

As negociações do Atlético-MG para tentar repatriar o volante Walace, do Hamburgo, seguem complicadas. O jogador, de 22 anos, foi campeão olímpico em 2016 e seguiu para o time alemão por 10 milhões de euros. No entanto, a má fase de Walace por lá despertou o interesse de equipes brasileiras. Em conversa com a VAVEL Brasil, Rogério Braun, empresário do jogador, comentou sobre a possibilidade do retorno de Walace ao país nesta janela de transferências.

"Não fazia parte dos nossos planos iniciais, mas não descartamos. Embora seja algo difícil. A questão principal é o Hamburgo. O problema maior é a liberação junto ao clube alemão", disse. 

Walace deixou o Grêmio e se mudou para a Alemanha em 2016, mas encontrou dificuldades de adaptação. Na temporada 2017/18, o atleta participou de apenas 12 jogos e marcou um gol. Sem lugar definido no XI inicial, o técnico Markus Gisdol dá preferência a jogadores que obedeçam melhor ao esquema tático proposto pelo comandante do que o brasileiro.

Galo x Flamengo x Palmeiras

Perdendo espaço no time, a volta para o Brasil em busca de novos ares passou a ser considerada pelo jogador e seu agente. Além da equipe mineira, Flamengo e Palmeiras também revelaram interesse em contar com o volante.

Rogério Braun reafirmou a importância de grandes equipes interessadas em Walace, mas não revelou o atual panorama da disputa entre as equipes brasileiras."Os três times citados são muito importantes, mas prefiro não opinar sobre quem estaria à frente nesse momento para contar com ele", ressaltou.

O desfecho da situação com Walace deve se tornar concreto já em 2018, após o recesso europeu. O Hamburgo cogita liberar o jogador caso o clube contrate algum jogador para a posição - a janela de transferências europeia ainda não está aberta.