Oswaldo elogia contratações e lamenta saídas de medalhões no Atlético-MG

Treinador afirmou que lutou muito para que Robinho ficasse no time e elogiou Ricardo Oliveira e Arouca

Oswaldo elogia contratações e lamenta saídas de medalhões no Atlético-MG
Foto: Bruno Cantini/Atlético

O Atlético-MG aposta em um novo perfil de jogadores para a temporada 2018. Depois de perder Fred, Marcos Rocha e Robinho, a equipe mineira está à procura de atletas mais jovens e que sejam da confiança do treinador Oswaldo de Oliveira. Nessa sexta-feira (5), o comandante alvinegro falou sobre a pré-temporada da equipe atleticana e teceu elogios sobre o novo centroavante atleticano: Ricardo Oliveira.

"Eu conheci o Ricardo Oliveira em 1999, quando eu era treinador dos aspirantes do Corinthians. Ele é um jogador exuberante fisicamente e pode, sim, aumentar a dinâmica da equipe embora seja mais velho. Além do mais, ele interfere no comportamento dos companheiros. Ele é uma pessoa bastante positiva", afirmou Oswaldo.

Uma das principais preocupações tanto da diretoria atleticana quanto da torcida, é a contratação de um camisa 10. O resgate do antigo futebol do meia Juan Cazares não sai da cabeça de Oswaldo de Oliveira, que vê um grande talento no meia equatoriano e espera que ele tenha uma grande temporada no ano de 2018.

"A função de camisa 10 é uma preocupação que a gente tem. O construtor, organizador. Temos essa preocupação sim. O resgate do Cazares é algo que não sai da minha cabeça por se tratar de um jogador de muita qualidade e muito jovem. Acho que ele pode amadurecer muito. Estou particularmente apostando nisso", acrescentou.

Oswaldo ainda rasgou elogios para o volante Arouca, dizendo que queria ter 11 jogadores como ele em sua equipe.

"Conheço o Arouca de três oportunidades. A primeira em 2006, depois em 2014 e 2015. Queria ter 11 como ele no time. A integridade, dedicação e representatividade dele são muito importantes", afirmou.

O treinador atleticano ainda lamentou as saídas do lateral-direito Marcos Rocha e dos atacantes Robinho e Fred. Para ele, a ideia era que os três principais nomes do elenco permanecessem e ele ainda afirmou que lutou muito para que o Rei das Pedaladas renovasse o seu contrato com o Atlético.

"A ideia era que não saíssem os três principais jogadores que acabaram saindo, que foram o Marcos Rocha, Robinho e Fred. Eu lutei muito para que o Robinho renovasse com a gente", concluiu.