Copinha VAVEL: o que esperar do Atlético-MG na Copa São Paulo de 2018

Clube mineiro conquistou vários títulos com as categorias de base, entretanto, perdeu seu melhor jogador, Daniel Penha, às vésperas do início da competição

Copinha VAVEL: o que esperar do Atlético-MG na Copa São Paulo de 2018
Clube mineiro passa por reformulação do time sub-20 após uma temporada vitoriosa em 2017 (Foto: Divulgação/Atlético-MG)

O Atlético-MG fez sua estreia na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018 com um triunfo em cima do União Barbarense. A partida terminou em goleada de 4 a 0 para o alvinegro, com ampla superioridade do Galinho. A equipe comandada pelo recém contratado, Ricardo Resende, surpreendeu a todos e fez uma partida melhor do que o esperado.

Isso porque o clube mineiro passa por uma reformulação no sub-20 após um ano vitorioso. Foram três títulos: o Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil e o tetracampeonato do Torneio de Terborg, na Holanda. Com tantas conquistas, o clube alvinegro acabou perdendo boa parte do time para a Copinha.

A defesa inteira estourou a idade, assim como o volante Cícero e o centroavante Flávio, que não está mais no clube. Além disso, os principais destaques do Atlético na temporada passada e artilheiros do time: Daniel Penha e Marco Túlio - ambos com seis gols – não jogarão a copinha.  O primeiro se apresenta aos profissionais e o segundo se lesionou as vésperas da estreia da agremiação no torneio.

Na Chave 23 da competição, o Galinho está em busca do tetracampeonato da Copa São Paulo de Futebol Júnior e quer encerrar um jejum amargo que já dura 34 anos. Ao lado do Atlético estão Audax-SP, Rio Branco-ES e o União Barbarense-SP.

Matheus Stockl

Matheus Stockl (esq) e Alerrandro (dir) campeões do Sul-Americano sub-17 (Foto: Divulgação/Atlético)
Matheus Stockl (esq) e Alerrandro (dir) campeões do Sul-Americano sub-17 (Foto: Divulgação/Atlético)

No Atlético-MG desde 2013, o zagueiro capixaba tem 17 anos e acumula convocações pela Seleção Brasileira de base e foi campeão sul-americano pela seleção canarinho no ano passado.

Alerrandro

Alerrandro tem contrato com o Galo até 2019 (Foto: Divulgação/Atlético)
Alerrandro tem contrato com o Galo até 2019 (Foto: Divulgação/Atlético)

No Atlético-MG desde 2014, o atacante mineiro Alerrandro chegou à impressionante marca de 68 gols em 2015. Após a temporada de destaque, o goleador acabou convocado algumas vezes pela seleção brasileira sub-15 e, posteriormente, pela sub-17, onde acabou campeão no ano passado. Na goleada de estreia, contra o União Barbarense-SP, o jogador balançou as redes uma vez e ainda deu um passe para Welinton que acabou em gol.

Carlos Gabriel

O lateral-esquerdo Carlos Gabriel chegou ao Galo em 2015 e chamou a atenção na estreia do Atlético na Copinha, contra o União Barbarense-SP. O jogador marcou em duas oportunidades com direito a golaço.

Renan

Renan (esq) é uma das joias da base alvinegra (Foto: Divulgação/Atlético)
Renan (esq) é uma das joias da base alvinegra (Foto: Divulgação/Atlético)

O volante Renan chegou ao Atlético-MG em 2011 e carrega a experiência de ter jogado pelo time profissional quando ainda tinha 16 anos, em partida válida pelo Campeonato Mineiro contra o Guarani-MG. Em 2017, o volante balançou as redes em cinco oportunidades e chama a atenção pela regularidade em campo.