Atlético-MG inicia conversas com empresário de Gustavo Scarpa

Representante alvinegro está no Rio de Janeiro para conversar com o empresário do jogador

Atlético-MG inicia conversas com empresário de Gustavo Scarpa
Atlético-MG e São Paulo consultaram o jogador (Foto: Getty Images)

Em busca de um novo camisa 10, o Atlético-MG fez consulta por Gustavo Scarpa. O jogador deixou o Fluminense após entrar na justiça contra o clube e conseguir a rescisão indireta de seu contrato com o time carioca. O Galo já enviou um emissário ao Rio de Janeiro para avançar nas negociações com o atleta. 

Para ter Scarpa, a equipe mineira conta com a ajuda financeira do Banco BMG, mas ainda enfrenta a concorrência de outras equipes. Na sexta-feira (12), o representante alvinegro conversou com um dos agentes do jogador e as tratativas avançaram. O Atlético-MG acredita que pode arcar com o pedido salarial de Gustavo Scarpa. 

Além do Galo, o trio da capital paulista Corinthians, Palmeiras e São Paulo também consultaram o jogador. Antes de Scarpa conseguir a liberação na justiça, o Tricolor Paulista estava mais otimista na negociação para contar com o atleta, já que havia entrado em contato previamente com o time das Laranjeiras.

Agora o cenário é outro. O Galo ainda teme uma reviravolta no caso e a diretoria são-paulina não está disposta a entrar em leilão por Scarpa. Com isso, o futuro do ex-jogador do Fluminense segue indefinido.

Oswaldo quer camisa 10

Resgatar o bom futebol de Cazares também faz parte dos planos do técnico alvinegro (Foto: Divulgação/Atlético)

Apesar de contar com Juan Cazares, o Atlético-MG ainda busca outro reforço para o setor de criação da equipe. O meia Nathan, do Chelsea e Lucas Evangelista, da Udinese também foram sondados pelo time alvinegro.

No ano passado, o Galo encarou alguns problemas na criação do time. Cazares e Robinho, improvisado na função, revezaram na reta final do Campeonato Brasileiro. A necessidade de encontrar outro meia-armador virou uma das prioridades para a montagem do novo elenco.

"Nós também podemos, de repente, captar uma outra situação, um outro jogador que venha preencher essa lacuna", avaliou Oswaldo de Oliveira sobre a possibilidade de contratar outro atleta para a função.